Os documentos apresentados pela Procuradoria da Prefeitura sobre as tratativas com a empresa proponente estão sendo analisados e é possível que até o início da semana que vem o Tribunal de Contas

PORTO VELHO – A advertência feita pelo TCE a auxiliares diretos do prefeito Hildon Chaves, o que duas pessoas disseram ao expressaorondonia terem tido conhecimento a partir de conversas nos corredores do “Prédio do Relógio”, foi confirmada na metade da tarde desta quinta-feira por um técnico do Tribunal de Contas do Estado que estava presente a reunião.

O levantamento foi feito por um setor da área de Controle Interno do TCE, desde o início da movimentação. Uma investigação sobre a empresa que apresentou a proposta e alguns aspectos não teriam ficados bem claros neste levantamento. Daí, a advertência. Outra questão que levantou suspeitas dos técnicos da corte de contas foi o fato de tanto o município quanto o próprio governo do Estado, assim que apareceu a primeira empresa, já se mobilizaram para comprar.A preocupação de imediato do TCE estava nos altos riscos da transação. O Tribunal de Contas também informa que requereu documentos e informações ao Governo do Estado.

Agora, os documentos apresentados pela Procuradoria da Prefeitura a respeito das tratativas entre o município e a empresa proponente estão sendo analisados e é possível que até o início da semana que vem o Tribunal de Contas do Estado emita uma informação a respeito.

www.expressaorondonia.com.br

Print Friendly, PDF & Email