Após localizar os dois quilos de cocaína e identificar os donos, a PRF encaminhou os dois acusados a Central da Polícia Civil para os procedimentos cabíveis

PORTO VELHO – Não fosse o nervosismo ou o famoso ‘quem não deve não teme’ e a inquietação de dois passageiros de um ônibus abordado pela Polícia Rodoviária Federal, o plano para trazer dois quilos de cocaína de Guajará-Mirim para Porto Velho teria sido perfeito. Engenhosos, os acusados abriram buracos no encosto de cabeça da poltrona do ônibus e acondicionaram os tabletes de cocaína.

Os dois homens foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no final da tarde desta terça-feira, 27, em Porto Velho, acusados de tráfico de entorpecentes. Eles foram flagrados transportando dois tabletes de cocaína em um ônibus de passageiros que seguia de Guajará-Mirim para a Capital.

Durante a abordagem ao ônibus, os dois passageiros demonstraram grande inquietação com a presença dos policiais e foi verificado pelos agentes que o acolchoado de uma das poltronas estava rasgado. O entorpecente estava escondido dentro do encosto de cabeça e seria retirado ao final da viagem, na rodoviária de Porto Velho.

Os dois passageiros foram presos e encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Porto Velho e responderão por tráfico de drogas.

Fonte: Nucom.PRF-RO