A escolha da brasileira, na versão Supranacional, faz parte do "Festival Brasília 60" e o 12° Miss Supranational Brasil segue o protocolo de segurança e prevenção à covid-19

PORTO VELHO – Miss Brasil Supranational é um título dado a uma candidata brasileira para que esta dispute a coroa e a faixa de Miss Supranational. A estudante Taynnara Gimenez da Silva, cacoalense de 23 anos e acadêmica do segundo período do curso de Direito, é a belíssima representante de Rondônia na edição 2020 do concurso que está acontecendo em Brasília e vai eleger a 12ª Miss Supranacional Brasil. 

Taynnara está entre as acontece 29 candidatas de todo o país. A torcida pela vitória da jovem empresária e influencer digital  é enorme e estará atenta à transmissão da final que será ao vivo, neste sábado, 28, às 19h, na TV Concurso Nacional de Beleza (YouTube), no canal do Festival Brasília 60 (YouTube) e na página do Miss Supranacional no Facebook.

De acordo com Taynnara, o Supranacional é um dos cinco principais concursos de beleza do planeta, ao lado do Miss World, do Miss Universo, do Miss Grand International e do Miss Internacional.

“A vencedora ganhará uma coroa inspirada na Catedral Metropolitana de Brasília, em comemoração aos 60 anos da cidade. Estamos todas na expectativa e vai ser difícil segurar a ansiedade e a emoção”, garante a jovem.

Apaixonada por sua cidade e por Rondônia, Taynnara faz questão de louvar e propagar as belezas, a história. “É importante essa oportunidade de falar da nossa terra, das raízes do nosso povo tão acolhedor e trabalhador. Falar do rio Madeira, um dos maiores do mundo, da histórica da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, da cultura local, de tudo que temos de bom e maravilhoso. Como embaixadora do meu estado faço questão de falar das belezas naturais da nossa região. Sinto muita honra e orgulho por ser a representante de Rondônia neste concurso”, disse.

A escolha da brasileira, na versão Supranacional, faz parte do “Festival Brasília 60”. O concurso conta com a co-produção da MK Live, em parceria com o Governo do Distrito Federal (GDF) e a Aciss. A vencedora será coroada pela catarinense Fernanda Souza, a 11ª Miss Supranacional Brasil.

O 12° Miss Supranational Brasil segue o protocolo de segurança e prevenção à covid-19. Partes das cenas serão pré-gravadas em um estúdio de televisão, com o intuito de evitar aglomerações nos camarins. A final não terá a presença do público.

Print Friendly, PDF & Email