O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Rondônia (SENAI/RO) manteve a tradição ao participar mais uma vez dos projetos objetivando a instalação do “SENAI Lab Nível II”, nas unidades CETEM e Lagoa, em Porto Velho, Ariquemes, Jaru, Cacoal, Pimenta Bueno e Vilhena, apresentando sete projetos, que concorrem com os demais DRs.

O edital, promovido pelo Departamento Nacional, tem o objetivo de incrementar o espaço tecnológico inclusivo para modernização e dinamização das unidades do SENAI, e promover a interação de experiências, de superação de desafios tecnológicos, solução de gargalos em plantas e processos industriais, estímulo a criatividade, inventividade, interação, trabalhos em rede, em equipe e experimentos educacionais novidadeiros.

Dos 22 DRs inscritos, o edital SENAI LAB 2020 selecionou 18, como os de Rondônia, Ceará, Bahia, Alagoas, Tocantins, Minas Gerais, Rio de Janeiro, dentre outros. Ao todo foram submetidos 64 projetos, dos quais 60 foram avaliados e 21 selecionados.

Conforme o coordenador de Educação Básica e Profissional do SESI-SENAI, Jair Coelho, os sete projetos apresentados foram classificados, todos avançaram para a fase final e o SENAI de Vilhena foi, neste ano de 2020, a unidade vencedora. “O DR Rondônia está de parabéns. Felicitamos o gerente Silvio Leite e equipe e lembramos que Vilhena, assim como as demais unidades também vem concorrendo desde 2018. Portanto, todos somos meritórios nessa empreitada desafiadora proposta pelo Departamento Nacional, onde só um projeto por estado pode, ao final, sair vencedor”, disse.

O DR de Rondônia está crescendo perante os Editais do DN, inclusive com viés de tendência ao ganhar o Lab Nível II: 2018, 2019, 2020. “Nossa crescente e competente adesão aos programas lançados pelo DN, todos eles de importância estratégica para os nossos processos educacionais, para o incremento tecnológico das escolas e ganhos de competências para todos os profissionais envolvidos, com desdobramentos crescentes em credibilidade e reputação institucional”, garante.

De acordo com Coelho, há uma busca constante pela melhoria da qualidade dos projetos apresentados, com base no entendimento sobre as possibilidades de utilização do ambiente SENAI Lab, na prática pedagógica colocando as mãos na massa, na realização de parcerias e no envolvimento dos instrutores e alunos na Gestão do SENAI Lab.

“Nosso projeto contemplado é referente ao Espaço Maker SENAI”, destaca o gerente do colégio SESI-SENAI de Vilhena, Silvio Leite, “ao credenciar estes trabalhos, o Departamento Regional do SENAI em Rondônia, concorre a financiamento na ordem de R$ 50 mil que são utilizados para o desenvolvimento do projeto apresentado ao Departamento Nacional, ou seja, modernização do leiaute dos laboratórios e aquisição de equipamentos”, finaliza.

Segundo a coordenadora de Educação SESI-SENAI-IEL de Vilhena, Aline Luciana Souza, “O Espaço Maker vem responder aquela pergunta que a sempre fazíamos na escola: para que eu estou aprendendo isso? Neste espaço, o aluno encontra essa resposta. Essa é uma ferramenta a mais para tornar as crianças e os adolescentes potenciais e bons profissionais para o mercado de trabalho, para o futuro. Daí a importância do nosso projeto ”, finaliza.

Encontram-se abertos outros Editais DN: Inova SENAI e DSPI, para os quais todas as unidades já se encontram movimentadas e convictas da sua estratégica e profissional participação – são caminhos portadores de futuro que nos permitirão marchar, sempre em frente e com protagonismo, daí nosso sucesso angariando três “SENAI Lab Nível II” consecutivos nos últimos três anos. SENAI – DR – Rondônia, convicto na superação dos desafios.

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social FIERO