Campanha da Fraternidade 2020 será lançada dia 26, 4ª feira da outra semana

PORTO VELHO – Com o tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso“, e tendo como lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele“, referindo à parábola do bom samaritano (Lc 10,34-35, a CNBB abre na próxima quarta-feira, dia 26, a edição 2020 da Campanha da Fraternidade, que vai até dia 5 de abril, domingo de Páscoa, e cujo cartaz reflete à figura de Santa Irmã Dulce dos Pobres.

Na arquidiocese de Porto Velho, a cerimônia de abertura da Campanha da Fraternidade será às 9 horas do dia 26, com uma entrevista coletiva convocada pelo arcebispo dom Roque Paloschi, no Centro de Pastoral Dom João Batista Costa (Cúria Arquidiocesana), ao lado da catedral do Sagrado Coração de Jesus

Ao estabelecer como tema e lema da CF2020 a parábola do Bom Samaritano, a CNBB pretende que, durante o período de realização desperte nos cristãos o compromisso com a vida samaritana, como exemplifica o texto bíblico, sendo que o objetivo geral é conscientizar, à luz da Palavra de Deus, para o sentido da vida como Dom e Compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, nossa Casa Comum.

Sobre o que tem Sta. Irmã Dulce cercada de pessoas humildes, a presença de um dos pontos mais tradicionais da capital baiana, o Pelourinho, conforme a assessoria de comunicação da CNBB, a ideia é transmitir a mensagem extraída da própria ação desenvolvida pela santa brasileira, de que “vida doada é vida santificada, valorizando a maneira dela viver, o que sinaliza uma Igreja em saída”, lembrando o cartaz, ainda, a importância de cuidar das pessoas que estão próximas a nós”.