SÃO PAULO – Engana-se quem pensa que o maior problema da bebida é o açúcar, responsável pelo aumento assustador da obesidade em todo o mundo. Segundo o cientista alimentar Thiago Rocha, independentemente de marca, o refrigerante é também cancerígeno.

Mesmo sabendo dos males do refrigerante, muitos não conseguem ficar sem a bebida. Para quem está nessa lista, alguns médicos comentam que vale trocar a versão normal pela light ou zero em um primeiro momento. Depois, a ideia é tentar diminuir a quantidade da bebida.

Se consumir um copo por dia, tente beber porções menores ou em dias alternados. Siga assim até conseguir eliminar a bebida de seu cardápio. Estudos revelam que a troca de refrigerante por água emagrece.

Thiago Rocha dá entrevista ao programa Fala que eu te escuto, da TV Record, falando de refrigerantes, leite de caixinha e outros produtos. Veja:

De acordo com médicos, ao retirar um ingrediente da bebida, o açúcar entre eles, outros elementos são incluídos ou aumentados. O refrigerante zero tem algum tipo de adoçante e também mais sódio que a versão normal.

Esqueça também o refrigerante zero
Saiba mais aqui