Honraria é a maior comenda da Polícia Civil de Rondônia, em reconhecimento aos serviços prestados à instituição durante o ano

PORTO VELHO – O presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, desembargador Paulo Kyochi Mori, e os juízes Rinaldo Forti, auxiliar da Presidência e secretário-geral do TJ, e Edvino Precvezki, titular da 2ª Vara Criminal de Porto Velho, foram homenageados pela Polícia Civil do Estado de Rondônia, nesta sexta-feira, com a medalha do mérito delegado Mauro dos Santos. O evento aconteceu na Academia de Polícia Civil e foi transmitido ao vivo na página da Polícia Civil, no Facebook.

A medalha “Mauro dos Santos” foi instituída por meio do Decreto n 11.580, de 13 de abril de 2005. Esta é a primeira vez que as homenagens são em forma de entrega de medalhas. Até então as honrarias eram feitas via publicação no Diário Oficial do Estado. Dentre os condecorados estão representes do sistema de Justiça de várias instituições, além de deputados, prefeitos, advogados e outras pessoas que, de alguma forma, tenham contribuído com o trabalho da corporação.

Dentre as contribuições do Judiciário rondoniense, reconhecidas na premiação, está a cedência de um prédio, que deve melhorar as instalações físicas da instituição e, consequentemente, o atendimento à população. “O Tribunal de Justiça se sente honrado pelo reconhecimento da Polícia Civil, instituição respeitada e que presta relevante serviço ao Estado de Rondônia”, ressaltou o juiz Rinaldo Forti, que também representou o presidente do TJRO no evento.

A medalha é uma homenagem ao delegado “Mauro dos Santos”, que, em 1989, foi assassinado em Espigão d’Oeste enquanto preparava sua transferência para Vilhena, onde iria ser delegado regional. Durante a cerimônia, realizada, com distanciamento social, no auditório da Academia de Polícia, também houve um minuto de silêncio em memória do delegado Mauro dos Santos.

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação TJ-RO