Prédio onde funcionava agência da Abin, na almirante Barroso, também está abandonado e sendo utilizado por dependentes químicos

PORTO VELHO – Dois prédios do patrimônio federal, em Porto Velho, que não estão em uso, um deles, o da ex-delegacia do Ministério do Trabalho invadido pelo matagal e depredado, além de outro onde funcionava a agência local da ABIN; além do esqueleto da obra que seria a escola municipal “Maria Izaura” ambos motivo da denúncia publicada neste sábado pelo expressaorondonia, já têm destinação.

É o que informam as respectivas assessorias de Comunicação dos dois órgãos responsáveis pelos três prédios, quando consultados pelo site.

SPU E OS DOIS PRÉDIOS

O Serviço de Patrimônio da União, SPU, informou que além dos dois há mais 36 outros imóveis no Estado com previsão de alienação (venda) pública. Segundo o SPU, a antiga sede da delegacia do MT E é um dos previstos para alienação, por isso desde quando desocupado está fechado, sendo essa a causa da depredação.

No entanto, dependendo de entendimentos que se encontram em andamento, o prédio pode ser cedido ao Estado, que pretende, no local, instalar o Instituto Estadual da educação Profissional – IDEP, para funcionar a sede e cursos profissionalizantes.

O SPU confirmou estar o imóvel desocupado sendo utilizado por sem-teto (catadores de materiais recicláveis) e dependentes químicos, que estão depredando-o para retirar qualquer tipo de material para venda e troca por produtos químicos entorpecentes.

Já o prédio da Abin, na Rua Almirante Barroso, Bairro Santa Bárbara, também previsto para alienação, “foi solicitado pela Secretaria de Estado de Justiça, para instalação de um órgão que irá tratar de inclusos em penas alternativas”. Como o anterior, o da ex-Abin também está tomado por dependentes químicos.

EX-MARIA IZAURA

Em resposta à solicitação de informações sobre o prédio da ex-escola Maria Izaura (ao contrário da matéria que publicamos, dia 7, ela não é do Estado, mas do município), nas proximidades da ex-delegacia do MTE, obra parada há quase 10 anos, a assessoria da prefeitura informou que, conforme o secretário municipal de educação, professor Márcio Félix, “já consta na Divisão de Engenharia da Secretaria Municipal de Educação (Semed) que a Escola Municipal Maria Isaura vai passar por obras que serão executadas ainda neste semestre”.

Será?