Não é apenas no transporte coletivo que a gestão do prefeito Hildon Chaves deixou a desejar

PORTO VELHO – Após o final de semana prolongado por conta do feriado de 7 de setembro, a cidade de Porto Velho amanheceu com o sistema de transporte coletivo operando com frota reduzida. 

Foto: Marcos FilhoCom os poucos ônibus que restaram após a Justiça apreender grande parte dos veículos da empresa que presta esse serviço na capital de Rondônia, os cidadãos seguem utilizando outros meios de transporte como táxi compartilhado, mototáxi e aplicativos de mobilidade urbana.

Enquanto a nova empresa não se instala na cidade, Porto Velho segue como uma das capitais brasileiras com o pior serviço de transporte público do país com ônibus velhos, tarifa alta e péssimo serviço disponibilizado à comunidade.
Não é apenas no transporte coletivo que a gestão do prefeito Hildon Chaves deixou a desejar, o transporte escolar foi pauta de confusão e muito prejuízo para estudantes e seus familiares, deixando algumas crianças sem o direito ao acesso à sala de aula por mais de dois anos.
De acordo com  a prefeitura de Porto Velho, ambos os problemas serão resolvidos, já que o transporte escolar conta com frota nova de veículos e o transporte coletivo terá uma nova empresa operando a partir do mês de outubro.
Com informações do Rondoniaovivo