No final nenhum dos envolvidos no confronto quis registrar queixa

VILHENA – A cidade de Vilhena, no portal de entrada de Rondônia para quem vem do sul do país é uma das que vive mais acirradamente o clima política em Rondônia, com bons embates a cada eleição. Neste final de semana um candidato a vereador acabou protagonizando uma cena inusitada até então.

Acabou na polícia um desentendimento entre dois candidatos rivais a vereador na cidade. O incidente aconteceu na tarde deste sábado, 24, e envolveu o comerciante Ladair Martins, do PV, conhecido como “Grandão”, e o autônomo Ivan Bezerra de França, do PSC, o “Ceará do Assossete”. O primeiro apoia o atual prefeito, Eduardo Japonês (PV) e o outro está na coligação da ex-prefeita Rosani Donadon (PSC).

Vídeos gravados por Ceará e compartilhados em grupos no WhatsApp dão a entender que ele teria sido provocado e ameaçado pelo aliado de Japonês, que, segundo o denunciante, foi até sua casa com esse propósito.

Em áudio enviado aos aliados, Ladair esclarece que estava no bairro Assossete pedindo votos, quando foi surpreendido por Ceará, que teria investido contra ele com pau e tijolo. Grandão reagiu e deu um chute no portão da casa, jogando-o ao chão.

A reportagem do site FOLHA DO SUL ON LINE foi até a Unisp, para onde os dois envolvidos no episódio foram levados, a fim de saber se o caso havia sido registrado. Segundo foi informado ao site, nenhum dos dois registrou queixa contra o outro.

Eles teriam admitido que toda a confusão aconteceu porque o visitante (Ladair) havia ido pedir votos na casa sem saber que naquele endereço morava o adversário Ceará.

Fonte: Folha do Sul