Após fazer refém uma família em um carro, criminoso ameaçava bebê com arma na cabeça

PORTO VELHO – Polícia um, bandidagem zero! A luta sem fim entre o bem e o mal teve mais um desfecho na noite desta sexta-feira, 18, quando o jovem Anderson Campos Correa, que preferiu cruzar a tênue linha que separa uma vida digna para virar assaltante, foi morto durante roubo a uma barbearia na zona Lesta da capital, Porto Velho. Anderson e seu comparsa Francisco Romário Barbosa do Nascimento, vulgo ‘Romário’, os dois foragidos da Justiça, tentaram roubar uma residência, mas deu errado e eles resolveram tomar de assalto uma barbearia, onde roubaram proprietário e clientes.

Um dos criminosos, Anderson Campos Correa, 22 anos, vulgo “Pachola”, trocou tiros com um policial à paisana que passava pelo local e fez refém uma família dentro de um carro. Seu comparsa, Francisco Romário Barbosa do Nascimento, também foragido da Justiça foi preso nas proximidades.

Os criminosos, de acordo com o Boletim Policial, teriam tentado fazer um roubo a uma residência no Bairro Agenor Martins de Carvalho, mas não conseguiram. Invadiram, então, uma barbearia nas proximidades e roubaram funcionários e clientes.

Um policial à paisana que passava no momento do crime, deu ordem de parada para os bandidos, mas eles efetuaram disparos contra o militar, que revidou e acertou Anderson no abdômen.

Mesmo baleado, o criminoso, que estava armado, rendeu uma família em um Ethios e fez todos de refém. Ele exigiu que o motorista saísse do local em alta velocidade para evitar sua prisão.

Na fuga, o bandido apontou a arma para a esposa do motorista e um bebê. Nervosa, a vítima entrou em luta corporal e conseguiu tomar a arma do criminoso. Após ser desarmado, Anderson implorou ao homem para não atirar nele.

Uma equipe da Polícia Militar que já estava fazendo o acompanhamento do veículo, conseguiu realizar abordagem. O criminoso foi socorrido à UPA da região, mas não resistiu ao ferimento e morreu.

O comparsa dele, Francisco Romário Barbosa do Nascimento, foragido do presídio Milton Soares de Carvalho (470) foi preso nas proximidades do hipermercado DB e levado para a Central de Flagrantes.

Romário estava foragido do presídio 470 desde o dia 12 de junho, quando 12 apenados conseguiram ganhar as ruas.

Com informações do rondoniagora.com