OURO PRETO – Uma operação da Polícia Civil na manhã desta terça-feira, 5, nas cidades de Ouro Preto e Ji-Paraná cumpriu 23 prisões temporárias, seis prisões em flagrante delito por tráfico de drogas, 2 internações de menores, 28 mandados de busca e apreensão e o sequestro de 2 imóveis que vinham sendo utilizados para vender drogas. Também foram aprendidos cerca de 1 quilo de substância entorpecente, do tipo cocaína e 2 revólveres calibre 38.

A Polícia Judiciária Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da 1ª Delegacia de Polícia Civil do município de Ji-paraná, deflagrou na manhã de hoje, terça-feira, 5, a Operação Shark que visa concluir uma investigação de combate ao tráfico de drogas e outros ilícitos, nos municípios de Ji-Paraná e Ouro Preto do Oeste/RO e adjacências.

Os procedimentos iniciaram há três meses, com o recebimento de uma denúncia anônima, via disque denúncia pelo 197. Após diligências, o Serviço de Investigação e Capturas – Sevic da Delegacia de Ji-paraná entendeu a razoabilidade da denúncia e identificou que os autores compunham uma Organização Criminosa, a qual comercializava entorpecentes na região central do estado.

Com a parceria do Ministério Público de Ji-Paraná foram expedidos pelo Poder Judiciário e cumpridos pela Polícia Civil ao longo da Operação 28 mandados de busca e apreensão, 23 prisões temporárias, 6 prisões em flagrante delito por tráfico de drogas, 2 internações de menores e o sequestro de 2 imóveis que vinham sendo utilizados para vender drogas. Também foram aprendidos cerca de 1 quilo de substância entorpecente, do tipo cocaína e 2 revólveres calibre 38.

O delegado titular da Regional de Ji-Paraná informou que as investigações irão continuar e mais pessoas ligadas a esta Organização Criminosa poderão ser presas. E, em complemento, serão solicitados a apreensão dos veículos relacionados com a venda de drogas. Desta forma, A Polícia Civil de Rondônia reforça seu compromisso e dever na busca da ordem e da paz social.