Em momento de Pandemia, orientadora escolar se reeiventa para atender a comunidade escolar na zona Sul de Porto Velho

PORTO VELHO – Como muitas outras pessoas, nunca passou pela cabeça da professora Rosemary Jovino da Silva, que depois de quase 35 anos de profissão tivesse de enfrentar uma situação tão complicada em sua vida profissional como agora, quando todo sistema educacional rondoniense, como em todo o país, está parado. E não só a Educação. Um vírus que ameaça as estruturas pessoais, familiares e de toda a sociedade, exige de cada um encontrar alternativas para a autoajuda e, também e muito mais forte, ajudar aos outros.

Foi nessa situação que a professora Rose, como é conhecida na escola estadual Tancredo Neves, na zona sul da capital rondoniense, teve de enfrentar, um desafio maior do que qualquer sala de aula normal. Rose está na Educação desde 1986, iniciando em Escola privada, entre elas o Centro Educacional Dr. Gilberto Mendes de Azevedo – Sesi por 13 anos, por 24 anos na rede municipal, e 15 desses anos foi atuando na gestão escolar da Escola Municipal Estrela do Amanhã, com uma gestão considerada inovadora, muito elogiada e de excelência.

Rose, como é conhecida na escola estadual Tancredo Neves, na zona sul da capital rondoniense, enfrenta uma situação difícil ali, com a comunidade dentro de área de grande incidência de coronavírus, problemas sociais, famílias com dificuldades, alunos adolescentes enfrentando uma onda de ansiedade somada à ociosidade, precisando superar o que de ruim estão vivenciando. Ainda mais porque são muitas as explicações, poucas soluções e outros problemas.

Desde 2012, a professora Rose exerce a Orientação Escolar na “Tancredo Neves”, onde e neste momento de pandemia vem desenvolvendo junto aos pais vídeos de Orientação Escolar, para atender as necessidades dos alunos e dando dicas para os adolescentes vencer a ansiedade, ociosidade e superação nestes tempos difíceis.

Ela explica que os resultados positivos que está conseguindo se devem ao fato de ela vir participando há muito tempo de vários cursos, dentre os quais o de Coaching (*). ”Atualmente, estou realizando um trabalho com professores, pais e alunos em rede, visando auxiliar a comunidade escolar para superar a fase que está sendo atravessada.

Mas esse tempo ruim também está servindo para que ela se reinvente, para entender esse processo coletivo. “Busco de alguma forma evitar problemas maiores para a comunidade escolar e, assim, contribuir com aqueles que estão conosco no dia-a-dia além, claro, de com isso também estar me refortalecendo, porque também sinto os efeitos desse período difícil, para atender a nossa comunidade escolar” mencionou Rose Jovino.

(*) Coaching: forma de desenvolvimento na qual alguém denominado coach, ajuda alguém a adquirir um objetivo pessoal ou profissional específico através de treinamento e orientação.