Em função da quarentena recomendada pelas autoridades de saúde, o Oi Futuro e o Estúdio Toca do Bandido prorrogam as inscrições para o edital Aceleração LabSonica, que vai selecionar seis músicos ou bandas independentes para o ciclo de desenvolvimento de carreira. Agora, artistas de todo o Brasil podem se inscrever até dia 24 de abril pelo site www.tocadobandido.com.br/aceleracaolabsonica

O objetivo é impulsionar novos artistas no mundo da música, incentivando a qualificação profissional e estimulando a experimentação e a colaboração. O edital é uma parceria do Labsonica, laboratório de experimentação no campo do som do Oi Futuro, em parceria com o selo musical Toca Discos, vinculado ao Estúdio Toca do Bandido, também voltado para o lançamento de novos artistas.

Para se inscreverem, as bandas e cantores solo precisam ter dois anos comprovados com lançamentos e registros de shows.

Do diagnóstico ao lançamento

Ao longo da aceleração, as bandas e músicos farão uma imersão para a produção de EPs e vão participar de workshops e mentorias orientados por profissionais especializados da área. O ponto de partida será um diagnóstico do ponto de carreira de cada selecionado, para avaliar necessidades e projetar etapas de desenvolvimento, incluindo seleção de repertório, capacitação em empreendedorismo e design estratégico profissional e artístico.
A primeira semana de capacitação acontece no espaço Lab Oi Futuro – espaço criado pelo instituto da Oi no Rio para estimular a inovação na economia criativa – e vai contar com a mentoria do produtor musical Iuri Freiberger, que vai coordenar a aceleração e orientar o design estratégico da carreira dos selecionados. Ao fim da primeira semana, os músicos vão participar de um SongCamp no Estúdio Toca do Bandido, onde vão participar de dinâmicas que estimulam a composição.

Em seguida, cada selecionado terá três músicas produzidas, com a orientação e condução da diretora artística Constança Scofield e do produtor musical Felipe Rodarte, ambos do tradicional Estúdio Toca do Bandido.

Os EPs serão lançados pelo Selo Toca Discos em todas as plataformas digitais de streaming e download de música, com apoio de divulgação das bandas nas redes sociais – Instagram, Facebook e Youtube entre outras. O processo de produção e gravação vai contar com registro audiovisual de making of, e ao final cada artista participante vai ter um oficial recording session videoclip de uma música gravada ao vivo. O estúdio do Lab Oi Futuro vai sediar os ensaios, enquanto o estúdio Toca do Bandido será local das gravações e mixagem.

Ao final da aceleração, os artistas selecionados farão pocket shows para o público carioca e participarão de um pitching para uma banca de profissionais do mercado de música, no Lab Oi Futuro.

 

 

 

 

Por Silvio Santos