“Estamos trabalhando não só para atender bem o usuário, mas, também para recuperar a credibilidade no uso do transporte coletivo na capital

PORTO VELHO – Uma série de novidades estão sendo previstas para quando, a partir do dia 17 de outubro, a empresa JP Transportes assumir o sistema de transporte coletivo de Porto Velho. Uma delas é que nos cartões dos passageiros haverá o sistema de reconhecimento facial, então só o proprietário é que poderá fazer uso.

“Isso vai dar maior segurança para o proprietário do cartão e para a empresa. Ganham os dois”, explica o secretário de Transportes da Prefeitura, Nilton Gonçalves Kisner. “Se o dono do cartão perder ou for roubado, o reconhecimento facial vai travar que seja usado por outra pessoa, cabendo ao titular dirigir-se à empresa e requerer outro cartão com os créditos que tinha no anterior”.

Outro fato importante é que o usuário poderá dispor em seu celular de um aplicativo que o informará o horário que o ônibus vai passar, distância da parada em que a pessoa se encontre e o tempo que vai levar para chegar. Mas há uma outra novidade importante: o passageiro poderá utilizar a mesma passagem para seu deslocamento, trocando de linha durante 90 minutos a partir de quando tenha passado a primeira vez o cartão, o mesmo acontecendo com aqueles que pagam a passagem em dinheiro.

Para atender às necessidades contratuais da empresa JP Transportes, que vai funcionar a partir de 17 de outubro, a Semtran também está realizando uma série de estruturações internas, e uma delas vem sendo o treinamento de pessoal para operar o sistema de monitoramento que será implementado via georreferenciamento, com imagens ao vivo captadas por câmeras internas e externas.

Kisner explicou que cada ônibus deverá contar com seis câmeras, três dentro e três na parte externa dos veículos, “o que será muito útil em situações das mais diversas, incluindo assédio entre passageiros, desacatos ou até um acidente, isso permitirá um resposta imediata tanto da empresa quanto da Semtran”.

“Todo o trabalho que estamos fazendo junto com a empresa visa não só atender bem o usuário, mas também recuperar a credibilidade no uso do transporte coletivo na capital, o que vai se refletir em pontos importantes a favor de todos os envolvidos”, conforme o secretário Kisner.

www.expressaorondonia.com.br