Idoso baleado foi levado para Colorado do Oeste, mas não corre risco de morte

CABIXI (RO) – Um desentendimento entre avô e neto quase termina em tragédia familiar de grandes proporções na manhã deste sábado em uma propriedade rural na bucólica e ‘beiradeira’ Cabixi, às margens do rio Guaporé, no extremo sul de Rondônia, cerca de 900 quilômetros da capital, Porto Velho. Um sitiante de 73 anos sofreu dupla tentativa de homicídio, praticada pelo neto e pela nora. Só não morreu porque o filho interveio na confusão.

Ainda assim, foi desferido um golpe de foice – que não acertou – e um tiro contra o idoso. O golpe de foi pelo menor que é neto do idoso e o tiro pela mãe do menor, que é nora do sitiante.

Imagem meramente ilustrativa – Foto: internet\google

Segundo o registro do caso, o idoso estava em companhia do filho e do neto no curral da propriedade, localizada na Linha 8, km Um, rumo Escondido, ordenhando as vacas, quando teve início uma discussão entre ele e o neto, um adolescente de 17 anos.

Com os ânimos acirrados, o menor deu um soco no rosto do avô, depois se apossou de uma foice e desferiu um golpe que acertou nas costas do próprio pai, que entrou na frente para proteger o idoso.

Neste momento, em defesa do filho adolescente, a mãe dele pegou um revólver de propriedade do marido, que é filho da vítima, e efetuou um disparo que atingiu a coxa do sogro.

Após o crime, mãe e filho fugiram, e as vítimas foram conduzidas ao hospital, de onde a Polícia Militar foi acionada e realizou buscas tentando localizar os acusados, mas não obteve sucesso.

Após ser conduzido a outro município (Colorado do Oeste) para a retirada do projetil, o idoso foi encaminhado novamente para Cabixi, onde permanece internado para se recuperar do ferimento.

O filho da vítima, que foi atingido nas costas pelo golpe de foice não se feriu gravemente.

Fonte: Folha do Sul

Print Friendly, PDF & Email