PORTO VELHO – A professora Jeanne Lúcia Gadelha Freitas, docente do Departamento Acadêmico de Enfermagem da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e membro do Centro de Estudos em Saúde Coletiva (Cepesco) lançou esta semana o livro Mulheres no Garimpo: Vulnerabilidades do Trabalho Feminino na Amazônia. O exemplar custa R$ 49 e é vendido pelo reembolso da Aprris Editora. Pode ser pago em até três vezes pelo cartão de crédito.

A autora destinou a renda do lançamento ao Núcleo de Apoio à criança com Câncer.

O livro  convida o leitor a conhecer o cotidiano de mulheres que trabalham nos garimpos de ouro na Amazônia.

Geralmente, os garimpos são dominados pela presença masculina. O livro de Jeanne Freitas mostra protagonistas no cenário das relações de trabalho e gênero. “Traz à tona questões pouco exploradas, entre as quais, a vulnerabilidade social e individual da mulher no contexto da feminização, interiorização e pauperização da epidemia de HIV/Aids na Amazônia”, diz a nota da editora.

PEÇA O LIVRO AQUI