Léo ficou muito conhecido em Rondônia nos anos 1980 e 1990 como o homem das misses, já que organizavam o concurso de Miss Rondônia

PORTO VELHO – O promotor de eventos e diretor da rádio comunitária Rio Madeira FM de Porto Velho, Léo Souza, morreu na manhã deste sábado, 28, vítima de covid-19. Léo estava internado há alguns e, como consequência da covid, desenvolveu arritmia cardíaca que o levou à morte, com pouco mais de 60 anos de idade.

Léo ficou muito conhecido em Rondônia nos anos 1980 e 1990 como o homem das misses, já que organizavam o concurso de Miss Rondônia.

Nascido em Porto Velho, viveu parte de sua vida em Campinas (S)P, onde tem origem sua família paterna e materna e chegou a integrar a Polícia Montada de São Paulo.

Mas tinha nas veias a alegria de viver e de promover shows e desfiles de misses.

Nessa caminhada teve altos e baixos. Entre os shows que promoveu tem um antológico e que entra para a história. Foi em Campinas, o astro era Raul Seixas e o local era um ginásio de esportes daquela cidade.

Em determinado momento, o público estranhou e achou que estava sendo ludibriado e que quem estava no palco não era o Raul Seixas.

Ocorre que Raul Seixas estava com a saúde abalada, magro, rosto inchado, voz pastosa e fraca. O público se sentindo logrado fez um quebra-quebra e quase destruiu o ginásio

Na confusão, a polícia prendeu Raul Seixas que depois alegou ter sido espancado. Sobrou para Léo Souza pagar os prejuízos com a destruição do ginásio.

Leo Souza veio para Porto Velho onde se tornou promoter de concursos de miss, dirigente partidário, fez assessoria de políticos e foi candidato a vereador em 1992.

Ultimamente atuava como diretor de uma emissora de rádio comunitária na zona Sul de Porto Velho

Leo Souza viveu como homem honrado, pai de família exemplar e cidadão portovelhense dos bons.

Que a terra lhe seja leve! Que Deus o receba em paz!

www.expressaorondonia, com colaboração de Francisco Matias

Print Friendly, PDF & Email