PORTO VELHO – A família Tourinho perdeu sua matriarca: dona Maria do Carmo Kang Tourinho, esposa do jornalista Euro Tourinho, faleceu aos 89 anos. Inteiraria 90 em junho próximo. O corpo foi velado na Funerária Dom Bosco e sepultado no Cemitério Santo Antônio na tarde de domingo (5). Durante alguns meses, ela ficou internada num hospital da Capital, depois, prosseguiu o tratamento no próprio quarto de sua casa, na Rua José de Alencar.

São filhos do casal: Euro Tourinho Filho, Euderson, Euler, Eudes, Euder, Eurly, Eros, Euromar, Homero. Este era dentista e morreu jovem, antes dos 30 anos. Eros é empresário, Eurly é professora de educação física na Universidade Federal de Rondônia (Unir).

Euromar, Mazinho, trabalhou muitos anos no escritório da Empresa Alto Madeira. Euro Tourinho Filho foi o primeiro reitor da Unir. Euler é o Poxo, que trabalha na Federação do Comércio.  Euder, o Dengo, também é falecido. Eudes é médico sócio do Hospital Nove de Julho. Euderson é médico radiologista no Rio de Janeiro e professor na Universidade Federal daquele Estado.

Com fidalguia, dona Maria recebia em sua casa, para almoços e jantares, parentes da família e amigos do jornalista Euro Tourinho, gente de diversas regiões do País.

O historiador, apresentador de rádio e TV e mebro da Academia Rondoniense de Letras Anísio Gorayeb escreveu no Facebook: “Dona Maria era a eterna companheira do querido jornalista e proprietário dom jornal Alto Madeira, o amigo Euro Tourinho, com quem se casou em 1944. Sempre inseparáveis, era comum ver o casal abrindo e fechando os salões de bailes da nossa cidade, como também tinham o hábito de tomar café diariamente no Mercado Central.

“Ainda tenho muito vivo em minha memória, a época em que Dona Maria era colega de trabalho do meu saudoso pai, na década de 1960. Ambos trabalhavam no antigo Dispensário, setor responsável pelo material e patrimônio do Território de Rondônia.
Dona Maria Tourinho, uma grande mulher, grande esposa, grande mãe, avó, bisavó…
Uma guerreira que há algum tempo lutava pela sua recuperação. Porto Velho perdeu uma querida pioneira, uma mulher que faz parte da sua história.
Descanse em Paz Dona Maria.”

Maria Auxiliadora Araújo, funcionária do Shopping Tudo Aqui, lembra ter trabalhado com ela na Centrais de Rondônia: “Era uma senhora calma, muito respeitada. Eu gostava dela. Não éramos do mesmo departamento, mas estava sempre em contato. Gente boa, na dela.”

Helena Tourinho, neta, no Facebook: “(…) Foram 89 anos de vida, 74 deles casada com meu avô Euro Tourinho. Homem tão querido quanto correto, e a quem eu abraço com a maior ternura que possa ter. Não há o que te dizer para te consolar, meu vovô querido. É muito tempo juntos, é muito amor e cumplicidade demais para qualquer um de nós imaginar. Vou ficar quietinha, triste com e por você. Mas como sempre te amando muito.”

Ex-vereador em Porto Velho, hoje advogado e membro da Academia de Letras de Vilhena, João Paulo das Virgens: “Após uma união de 74 anos que rendeu filhos, netos e bisnetos, íntegros e também compromissados com o nossos Território do Guaporé, depois Território de Rondônia e finalmente o Estado, essa guerreira enluta todos nós rondonienses e os saudosistas se ombreiam com a dor da família e do nosso maior símbolo de luta em prol da nossa terra e nossa gente, jornalista e empresário Euro Tourinho. Vá em paz Dona Maria Tourinho. Sua passagem por esta terra não foi em vão.”