Léo Moraes integra a ala dos jovens políticos eleitos em 2018 para o Congresso Federal

BRASÍLIA – Em seu primeiro mandato na Câmara Federal, o deputado Léo Moraes (PODE-RO) já recebeu homenagem da plataforma digital Ranking dos Políticos. Com 319 pontos, o congressista alcançou a 16ª posição na lista dos melhores deputados do Brasil. Além disso, foi considerado o melhor parlamentar de Rondônia, o melhor das Regiões Norte e Nordeste e o melhor deputado do partido Podemos.

O Ranking dos Políticos é uma uma entidade mantida pelo terceiro setor que avalia a atuação dos deputados e senadores de acordo com os seguintes critérios: presença nas sessões, economia da cota parlamentar, ficha limpa e voto nas principais decisões do Congresso. O objetivo da plataforma é erguer as bandeiras da anti-Corrupção, anti-Privilégios e do voto Consciente.

Em seu discurso de agradecimento, Léo enalteceu a importância do reconhecimento para a classe política. “É sempre bom ser lembrado e melhor ainda quando em vida. Mesmo nos momentos mais difíceis da vida, um aperto de mão e um abraço fazem uma enorme diferença”, disse o deputado. Segundo ele, a moralidade é um pré-requisito para a participação na atividade política. “O que nós temos que alcançar de fato é a eficiência nos serviços prestados”, afirmou.

Léo Moraes pertence à classe dos jovens políticos do Congresso Federal. Com apenas 35 anos, tem apoio e reconhecimento da população rondoniense, tendo sido o deputado mais votado do Estado. Em seu perfil do facebook, afirmou que o reconhecimento é fruto de trabalho árduo, dedicação e, principalmente, do apoio da população de Rondônia que tem acreditado em suas propostas de trabalho.

Não obstante à sua firme defesa do povo rondoniense, o congressista tem chamado a atenção do povo brasileiro, integrando pautas relevantes em âmbito nacional. Léo integra as comissões da Reforma da Previdência, de Fiscalização de Agências Reguladoras, da elaboração do Código de Energia Nacional, da Reforma Penal, do Médicos pelo Brasil, entre outras.

POR FALAR EM MÉDICOS PELO BRASIL

A Câmara aprovou e o Senado confirmou o Projeto de Lei que torna obrigatória a aplicação do Revalida duas vezes ao ano, para possibilitar a validação de diplomas de médicos brasileiros formados no exterior. O deputado Léo Moraes é um dos autores do projeto e se comprometeu com a categoria. “Estou muito feliz. Sabemos a dificuldade de aprovar um projeto aqui no Congresso Nacional. O Projeto irá trazer mais oportunidades para os que querem trabalhar de forma digna e legal e mais saúde para os que realmente precisam em todos os recantos de nosso País”, comemorou.

As provas de validação passarão a ser aplicadas duas vezes ao ano. Os exames serão realizados em universidades públicas e privadas. O revalida será implementado pelo governo federal e acompanhado pelo Conselho Federal de Medicina.

Fonte: Assessoria