Medida da Secretaria de Educação causou repercussão nacional e internacional.

Hoje a festa é toda dele, não só a festa, mas, todas as felicitações e loas de felicidade.

**********

Estou me referindo ao meu querido Neto João Victor filho do Silvinho e da Dani. João Victor está completando mais um ano de vida, sempre nos dando (a toda família) muita alegria por ser um bom filho, bom neto, bom irmão, sobrinho e primo. Parabéns João. Vou aí comer o bolo “Espirito Santo”.

***********

A questão do Memorando da Seduc mando recolher obras literárias das bibliotecas das escolas…

************

Mais uma vez o secretário de estado da Educação – SEDUC está na berlinda e pode até ser chamado às falas pelo chefe maior, por atitudes radicais como o Memorando mandando recolher das bibliotecas das escolas estaduais, 43 obras literárias consideradas clássicos da literatura brasileira e até internacional.

**********

Por isso a Academia Brasileira de Letras expediu Nota de Repúdio (Leia nesta postagem) e agora o Ministério Público Federal publicou nota dizendo que vai investigar a atuação da Seduc. Veja a Nota do MPF aí abaixo.

**********

MPF investiga atuação da Seduc em ‘ordem’ para recolher 43 livros de escolas públicas.

**********

O Ministério Público Federal (MPF) abriu investigação para apurar a atuação da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) em relação ao memorando da pasta que ordenava a retirada de 43 obras literárias das escolas estaduais.

**********

O procedimento é do procurador Raphael Luís Pereira Bevilaqua e foi assinado na tarde desta sexta-feira (7), em Porto Velho.

***********

Segundo Bevilaqua, a educação do estado precisa explicar a fundamentação legal para mandar recolher os livros das escolas, além da motivação para expedição do memorando.

***********

“Também queremos saber por que foi agravado esse documento de público para sigiloso, após o vazamento do recolhimento nas redes sociais.

***********

Em tese esse procedimento é público, não tendo porque haver agravo de sigilo. Nesse caso pode ter ocorrido um caso de improbidade administrativa”, diz.

**********

Conforme procedimento instaurado pelo MPF, a Seduc terá prazo de 10 dias úteis para apresentar relatórios e publicações comprobatórias em relação aos questionamentos feitos pela Procuradoria.

***********

“Caso se confirme, a gente pode fazer uma recomendação, uma Ação Civil Pública ou até uma ação por improbidade contra o estado”, afirma o procurador.

***********

Não sei não, aliás, a atitude da Seduc está bombando na mídia nacional pejorativamente contra o Governo do Estado de Rondônia.

**********

Creio que cabeças vão rolar, pois, a atitude de mandar recolher as obras literárias, foi realmente uma atitude impensada, ou se foi pensada foi mal pensada. Alguém deve explicações a população e em especial, ao mundo literário.

**********

E eu que estava pensando em oferecer minha obra “literária” As Peripécias do General, para fazer parte do acervo das bibliotecas das escolas estaduais.

**********

Quando os curadores da Seduc tomarem conhecimento do Conto “O Defunto Boêmio” ou então “Bloco do Purgatório” com certeza, vai indeferir a aquisição do meu livro.

*********

Quem é o Zekatraca frente a um Euclides da Cunha, Mário de Andrade ou Machado de Assis. Mesmo assim, ainda vou tentar colocar as Peripécias do General nas bibliotecas estaduais. Não é uma obra literária, mas, é a história do maior carnavalesco de Porto Velho.