À primeira vista, pode parecer que a crise provocada pela pandemia de coronavírus não atingiu aos trabalhadores da cultura em Rondônia, mas pode ter outra explicação

Zé Katraca

PORTO VELHO – Parece que os artistas de um modo geral no estado de Rondônia, não estão precisando da ajuda emergencial, que através da Lei Aldir Blanc o governo vai disponibilizar aos que dependem dos eventos culturais, que estão proibidos de acontecer há mais de quatro meses, em virtude da quarentena provocada pela pandemia do coronavírus. Escrevo isso, porque ontem, o superintendente da Sejucel, Jobson Bandeira, publicou nas redes sociais, um vídeo apelando aos trabalhadores da cultura, que se cadastrem para Mapeamento Cultural em Rondônia.

Acontece que segundo o vídeo do superintendente, alguns municípios de Rondônia, não conseguiram cadastrar nenhum trabalhador da cultura e até a capital Porto Velho, onde residem a maioria deles, está com o índice muito baixo de inscrições.

***********

Jobson passa a impressão e a preocupação de que, em virtude da baixa procura pelo Mapeamento, Rondônia tenha que devolver os recursos da Lei Aldir Blanc que somam R$ 30 Milhões.

Sem quórum suficiente, a Sejucel fica sem poder justificar a aplicação dos recursos. Por isso, chamamos a atenção dos agentes culturais do estado de Rondônia, ou seja, prefeitos, secretários e gestores culturais, que divulguem para que o trabalhador da cultura possa receber o auxílio emergencial da cultura. Mas é necessário fazer o Cadastro no Mapeamento Cultural.

***********

Para se cadastrar basta acessar os links:

***********

Para Artistas:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScEIac03paQnYv1B7KwlDdxWBkxPN7GNG5D6_DLxxh1aXqS-g/viewform

Para Espaços Culturais:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd5Tfi3_lmYQ2xu4hh5i7AKTjFLiQoegc-CJwCTIF-WLlc3CQ/viewform?usp=sf_link

**********

Outro problema que está deixando muitos trabalhadores em dúvida, se devem ou não, fazer o Cadastramento, é que, muitos, não vão poder receber o Auxilio Emergência Cultural, porque já receberam ou estão recebendo o outro auxilio emergencial, aquele que está sendo pago pela Caixa Econômica Federal. Realmente quem está recebendo o auxílio da Caixa e mesmo sendo trabalhador da cultura, não vai receber o Emergencial Cultural.

*********

Porém, o Cadastro no Mapeamento Cultural é muito importante, para o governo estadual saber realmente, quantos trabalhadores da cultura existem em Rondônia e mais, o Cadastramento também servirá para quando o governo e as prefeituras, quiserem realizar algum evento saber onde encontrar o profissional!

***********

Ajude os artistas que estão sem poder garantir o sustento da família, em virtude da pandemia do coronavírus.

***********

A grana tá chegando, são 30 milhões e não podemos perder. Cadastre-se.

Por: Sílvio M. Santos