A Lei Aldir Blanc foi criada para auxiliar trabalhadores da cultura e os espaços culturais no período de pandemia da covid-19

Zé Katraca

PORTO VELHO – Governo de Rondônia prorroga inscrições para benefício da Lei Aldir Blanc. A Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) prorrogou até às 23h59 de 10 de novembro, próxima terça-feira, o prazo de inscrições para benefício (auxílio) aos projetos artísticos e culturais contemplados na Lei Aldir Blanc. Conforme a Coordenação de Cultura da Superintendência, para enviar as propostas, os interessados podem inscrever-se pelo link http://sapcultural.sistemas.ro.gov.br/EditalDeCategoria/EditaisAbertos, onde constam os editais disponíveis:

EDITAL Nº 77 – MARY CYANNE; EDITAL Nº 78 – JAIR RANGEL “PISTOLINO”; EDITAL Nº 80 – PACAÁS NOVOS; EDITAL Nº 81 – MESTRE ALUÍZIO GUEDES; EDITAL Nº 83 – ALEJANDRO BEDOTTI; EDITAL Nº 84 – AMBRÓSIO PAES; EDITAL Nº 85 – URUCUMACUÃ; EDITAL Nº 86 – MARECHAL RONDON.

************

Lei Aldir Blanc foi criada para auxiliar trabalhadores da cultura e os espaços culturais no período de pandemia da covid-19, garantindo renda emergencial para os profissionais dos setores cultural e criativo; subsídio para a manutenção dos espaços culturais que tiveram suas atividades interrompidas nesse período; e ações de fomento à cultura, por meio da realização de prêmios e editais para o setor. (Fonte Secom – Governo de Rondônia)

***********

Prefeitura de Porto Velho – através da Funcultural, apesar de até agora não ter emitido nenhuma nota oficial, também prorrogou o prazo de entrega dos Projetos relativos aos Editais referentes a Lei Aldir Blanc, até a próxima terça feira dia 10.

**********

Por falar nisso, hoje as 17 horas, tem a live Papo de Sambista com bate entre Beto Cezar e o grande compositor brasileiro Carlos Cola. A live será transmitida pela página do face book do Beto Cezar.

**********

Só pra lembrar: Hoje tem Café Nordestino no Mercado Cultural e mais, tem forró pé de serra. Vai lá!

***********

Vem cá! Quando é que vai começar a sair o auxilio emergência da cultura? Aquele que paga três parcelas de R$ 600 aos artistas. Responde aí Jobson.

Por: Sílvio M. Santos