O mapeamento está sendo realizado pelo Conselho Estadual de Cultura e serve de base para o repasse de recursos oriundos da Lei Aldir Blanc

RONDÔNIA – Encerra às 23h59 desta sexta-feira,31, o cadastramento dos artistas e espaços culturais de Rondônia. A ação é realizada pelo Conselho Estadual de Política Cultural.

Foto: Divulgação

Já cadastraram mais de 2030 artistas e 164 espaços no estado, incluindo os independentes.

O presidente do conselho, Chicão Santos, informou que o mapeamento dará um norte sobre a situação dos artistas no estado. Será por meio desse cadastro que o Governo e as prefeituras se basearão para liberar os recursos referentes a Lei Aldir Blanc de apoio à cultura neste momento de pandemia.

O superintende da Sejucel, Jobson Bandeira, declarou que o Estado receberá 18 milhões e os municípios 12 milhões.  “Esse mapeamento nos guiará para sabermos quais são as pessoas e espaços culturais que se enquadram na Lei para darmos suporte financeiro para eles”, declarou o superintendente.

Chicão Santos acredita que se forem gerenciados de forma correta, os recursos serão suficientes para atender a categoria até dezembro. A Lei contempla artistas, espaços e também editais.

Quem pode se cadastrar como artista?

Ensaiador, atriz, corógrafo, costureiro, músico, desinger, roadie, bailarina, fotógrafo, instrutora, figurinista, diretor, produtor, maquiadora, contra regra, editora, roteirista, poeta, escritor, cenógrafo, iluminador, entre outros.

Espaços Culturais – cadastro

Teatros independentes, academia de dança, estúdio fotográficos, sebos, associações culturais, produtoras, sedes de grupos, pontos de cultura, salas de leitura, dentre outros.

 

 

 

Com informações do Rondoniaovivo