Ele foi socorrido ao hospital municipal, mas já chegou morto, após ser atingido por flecha de índios isolados

SERINGUEIRAS – Num ataque surpresa, índios isolados da região do rio Cautário, município de Seringueiras, matou com uma flechada no peito o coordenador da Funai na área, o indigenista Rieli Franciscato. O incidente ocorreu nesta quarta-feira, 9, em ataque dos índios conhecidos como “Isolados do Cautário”, em um sítio na zona rural de Seringueiras.

O grupo é conhecido como isolados do Cautário, nome de um rio da região e Funai sabia da existência do grupo desde os anos de 1990

É um fim trágico para um agente público que estava exatamente mediando uma solução para evitar um choque entre indígenas e agricultores da região. Rile trabalhava na Funai há cerca de 30 anos e atualmente era coordenador da Frente de Proteção Etnoambiental Uru-Eu-Wau-Wau.

Os índios teriam aparecido de surpresa, na manhã desta quarta-feira, 9, em uma residência no quilômetro 20 da linha Seis, onde Riele foi atingido com uma flechada no peito

A Polícia Militar que estava dando apoio à Funai ainda quem socorreu Rieli ao hospital municipal de Seringueiras, mas ele morreu antes de chegar ao atendimento.

Com informações da Flha/UOL e Folha do Vale