Prefeito Serginho garante pontualidade nos salários

GUAJARÁ-MIRIM – Anteriormente previstas para março, as novas eleições municipais em Guajará-Mirim [fronteira brasileira com a Bolívia, a 362 quilômetros de Porto Velho] ocorrerão em dois de abril deste ano, determinou o Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia. Enquanto isso, o prefeito interino Serginho Bouez (PSB) anunciou para hoje (31) o pagamento dos servidores.

A Corte Eleitoral considerou o Recurso Especial n. 219-33.2016.6.22.0001, interposto no TSE pelo candidato eleito Antônio Bento do Nascimento, que visa reverter o indeferimento de seu registro de candidatura. Da mesma forma, levaram em conta questões administrativas para a organização da eleição municipal.

Quando assumiu, o prefeito assegurou o pagamento dos servidores no máximo até o dia 5 do mês subsequente ao vencido.

Segundo o  secretário municipal de Fazenda, Administração, Planejamento e Chefe de Gabinete, contador Martins Firmo Filho, a transferência do valor do total da folha de pagamento do mês de janeiro-2017 foi feita para o banco do Brasil.

À exceção dos médicos celetistas, servidores de todas as secretarias receberão nesta terça. Os médicos receberão até o próximo dia 5 de fevereiro. De acordo com Martins, nesse primeiro mês de nova administração, o município economizou o montante de R$ 70 mil só na folha de pagamento da administração.

VILHENA

Por decreto, a prefeita Rosani Donadon (PMDB) extinguiu 501 cargos, dos quais 356 são comissionados e 145 funções gratificadas. A medida terá validade a partir do dia 1º de fevereiro. O ex-prefeito José Rover tinha à disposição cerca de 1.314 cargos de confiança.

A administração estima economizar de R$ 9 milhões ao ano. A equipe técnica da prefeitura informou que, em relação a dezembro de 2016, foi de 13,5% a economia de dinheiro público apenas na manutenção da máquina pública.

(*) Da Redação, com informações de Aluízio Silva e Alan Erik (fotos), Portal Guajará e Folha de Vilhena (foto)