O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, entregou na manhã desta quinta-feira (28), em solenidade ocorrida no Palácio Rio Madeira, a medalha de Ordem de Mérito Marechal Rondon com grau Grande Oficial ao general de Exército Artur Costa Moura pela contribuição ao Estado e a Nação. 

Governador Marcos Rocha entrega medalha ao general de Exército Artur Costa Moura e reforça que Rondônia está mobilizado para contribuir com o desenvolvimento do Brasil

Segundo o governador, essa é uma forma de valorizar e reconhecer aqueles que, através do serviço honesto e de excelência, tem contribuído para a construção de uma nova história para o país.

A medalha da Ordem do Mérito Marechal Rondon foi criada pelo decreto lei de nº 30, de 5 de novembro de 1982 e alterada pelas leis: nº 2.262, de 03/03/2010; nº 2.335, de 20/07/2010 e; nº 3.297, de 16/12/2013. A comenda tem como seus ícones a cruz dos templários, a efígie de Rondon e o contorno estelar do Real Forte Príncipe da Beira. É destinada a homenagear personalidades ou instituições pelos serviços ao Estado de Rondônia.

‘‘É uma satisfação entregar esse comenda tão valiosa para o Estado de Rondônia e quero garantir que estamos batalhando para que Rondônia contribua com o desenvolvimento do país que por muitos anos estava ligado a interesses pessoais de grupos, mas que hoje temos a chance mudar essa realidade’’, destaca o governador.

Atualmente o general é chefe do Departamento Geral de Pessoal do Exército, mas de 2009 a 2011 foi comandante da 17º Brigada de Infantaria e Selva, localizada em Porto Velho. ‘‘É um momento especial pessoalmente e profissionalmente. Durante dois anos e quatro meses que estive à frente da Brigada fui muito feliz e, hoje, receber a maior comenda do Estado que tem uma ligação muito forte entre Brasil, Exército e Rondônia é um privilégio’’, avalia o general.

Ele reconheceu os desafios do Exército na Amazônia e, especialmente, em Rondônia. ‘‘A 17ª Brigada de Infantaria de Selva é especial, tem uma área de responsabilidade muito grande e nós, aqui, sentimos a integração entre o Exército Brasileiro e o governo na busca de soluções para o nosso país e temos uma missão constitucional que é defender a pátria, contribuir para o desenvolvimento do nosso país e o bem estar da população brasileira’’, considera.