A equipe ELEV3ER (alunos do colégio SESI/ Vilhena), foi a campeã da etapa regional Norte do Torneio SESI de Robótica First Lego League (FLL), encerrado no último sábado, 8, em Manaus

PORTO VELHO-  Através do endereço eletrônico http://fies.mec.gov.br/, o Ministério da Educação (MEC) divulgará o resultado das inscrições para os programas Fies ou P-Fies ainda nesta quarta-feira, incluindo as instituições para as quais se inscreveram. As inscrições para as duas modalidades começaram em 5 de fevereiro e terminaram no dia 14. De quinta-feira (27) até segunda-feira (2), os alunos pré-selecionados em chamada única deverão complementar as informações da inscrição no Fies Seleção, no endereço eletrônico, para contratação do financiamento. Quem ficou na lista de espera deve enviar informações até três úteis depois da divulgação da pré-seleção.

ROBÓTICA

A equipe ELEV3ER (alunos do colégio SESI/ Vilhena), foi a campeã da etapa regional Norte do Torneio SESI de Robótica First Lego League (FLL), encerrado no último sábado, 8, em Manaus, e agora, de 6 a 8 de março, vai disputar a etapa nacional em São Paulo. Vinte e cinco equipes de alunos de escolas públicas e particulares de Rondônia, Amazonas, Acre e Roraima participaram, com cerca de 300 jovens, de nove a 16 anos.

A etapa motivou os participantes a trazer soluções para problemas ligados a melhorias da mobilidade urbana, energia sustentável, limpeza dos rios, coleta de lixo, redução do consumo energético e revitalização de espaços públicos. A equipe foi agraciada também, nesta etapa regional, com o prêmio especial ‘Campeão do Desafio do Robô’, pelo desempenho nas competições da mesa de robótica. A ELEV3ER propôs um sistema de orientação para autistas em praças públicas que contempla três aspectos: faixas coloridas no chão, uma placa de orientação e um aplicativo e QR Code. A ELEV3ER já foi vice-campeã na Into Orbit (Em Órbita) 2018/2019, do Torneio SESI de Robótica, etapa regional Norte, e finalista no Festival Nacional que a classificou para o torneio internacional em West Virginia, nos Estados Unidos.

OLIMPÍADAS

Pode não ser mais em Tóquio. Ou pode nem ser este ano. Assim está a situação dos Jogos Olímpicos marcados para começar no final de julho na capital japonesa, tudo porque naquela região é onde estão acontecendo mais casos do covid 19. Mesmo dentro do Comitê Olímpico Internacional já existe a dupla preocupação, porque se dentro de dois ou três meses não houver uma travada no vírus, uma competição que entre olímpicos e paraolímpicos deve reunir mais de 15 mil atletas e outros tantos participantes como técnicos, jornalistas, etc, é bom possível que a coisa não aconteça.

PARLAMENTO JOVEM

No período de 30 de março a 29 de maio estarão abertas as inscrições para o Parlamento Jovem Brasileiro 2020, projeto da Câmara dos Deputados, PJB, cuja primeira etapa para definição do tema a ser abordado no encontro, foi dividida em três fases, sendo que a primeira começou dia 7 de fevereiro e a última ocorre em 28/2. O evento, em Brasília, está previsto para setembro de 2020, e o evento é uma referência como exemplo de prática pedagógica para a educação política.

SULAMERICANA

O Fortaleza, comandado pelo maior goleiro artilheiro do mundo, Rogério Ceni, vai enfrentar amanhã, 27, uma “batata” mais que quente. No jogo de ida da Sulamericana o time cearense perdeu por 1×0 e agora, para passar tem de ganhar pela diferença de dois gols. Se for só de um vão para os pênaltis e se empatar ou ganhar por 2×1, 3×2 etc, “los hermanos” vão adiante.

FILA DO INSS

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) desembolsa aproximadamente R$ 200 milhões ao ano apenas com o pagamento de correção monetária de benefícios. O cálculo da correção é feito conforme orientação de um decreto, que determina que sejam ajustados os valores atrasados considerando a inflação no período em que o benefício ficou represado. O montante é impulsionado por filas de espera de requerimentos atrasados.