Contran desenvolve até dezembro a campanha “Perceba o risco, proteja a vida”

PORTO VELHO – Para orientar motoristas, motociclistas e pedestres, o Contran desenvolve até dezembro a campanha “Perceba o risco, proteja a vida”, visando a conscientização e a vulnerabilidade dos usuários do trânsito:  pedestres, ciclistas, motociclistas e pessoas com deficiência, os quais estão mais expostos ao risco de lesões, caso sofram um acidente, ressaltando a fragilidade inerente a esses usuários, com especial enfoque nos motociclistas e ciclistas, entregadores, sem esquecer dos motoristas.

RELACIONAMENTO

A campanha tem metas mês a mês, destaca a necessidade da relação entre os usuários do trânsito e a importância de cuidar de si e do outro.

PONTUAÇÃO

A Serasa já disponibilizou a um percentual grande de clientes o programa “Score Turbo” (pontuação turbinada), para aqueles que mantenham seus pagamentos em dia.     Além de a atualização da pontuação ser mais rápida, o cliente terá acesso de imediato, no momento da geração da proposta de pagamento, quantos pontos serão ganhos com a negociação.

ACESSO

A previsão é que, a partir do dia 21 deste mês, todos os usuários já tenham acesso à novidade.

SEM ÉTICA

Por falta de acordo, a Câmara dos Deputados adiou ontem (9) a votação do Projeto de Resolução 53/20, que autoriza a retomada dos trabalhos do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar e de mais três comissões: a de Constituição e Justiça, a de Finanças e Tributação e a de Fiscalização Financeira e Controle. O projeto para permitir a realização das reuniões do Conselho de Ética por meio de videoconferência. A expectativa era que, com a reabertura, o colegiado iniciasse a análise do pedido de representação contra a deputada Flordelis (PSD-RJ), acusada de ser mandante do assassinato do marido.

RECURSOS

Via virtual, a Câmara aprovou ontem R$ 5,566 bilhões para o Ministério da Saúde, e mais o crédito extraordinário de R$ 10 bilhões também para o MS.

COMPROMISSOS SAUDÁVEIS

O compromisso com uma agenda de sustentabilidade urbana, que promova a construção de cidades mais justas, democráticas e sustentáveis, é o objetivo do Programa Cidades Sustentáveis (PCS), iniciativa para auxiliar pré-candidatos nas eleições municipais deste ano com temas relacionados ao desenvolvimento sustentável.   A iniciativa tem em seu site três cartas de compromisso, sendo uma para pré-candidatos à prefeitura, outra a ser assinada por pré-candidatos à Câmara Municipal e a terceira destinada aos partidos políticos. Ao assinar os documentos, os postulantes aos cargos públicos e as siglas se comprometem a seguir uma série de ações relacionadas ao meio ambiente.

CONECTE

Apesar da desconfiança de que poucos assinarão e muito menos cumprirão o que acertaram, o acesso é pelo https://www.cidadessustentaveis.org.br/inicial/home.

O PROGRAMA

Ao todo, o programa reúne uma base de 260 indicadores associados às áreas de atuação da administração pública e um banco de boas práticas com casos exemplares de políticas públicas nacionais e internacionais, como referências para inspirar os municípios. A carta-compromisso também engloba ações de combate à desigualdade social. Além disso, o documento está alinhado com a Agenda 2030, plano de ações da Organização das Nações Unidas (ONU) composto por 169 metas a serem alcançadas em até dez anos, como a erradicação da pobreza, a promoção da igualdade de gênero e o fornecimento de energia limpa.

Por: JL Albuquerque

Com informações da AgênciaBrasil