Mais de 400 barras de trilhos, três plataformas de vagões e parte de uma cegonha, ficarão no espaço denominado “Parque das Locomotivas”

PORTO VELHO – Nesta terça-feira (27), um novo passo para o resgate de peças históricas da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM) foi dado. A Prefeitura de Porto Velho, através da presidência da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural), recebeu a visita de representantes da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau que organizam a devolução de peças ao complexo da ferrovia.

São peças que foram resgatadas a partir de dezembro de 2014 e estavam na área de influência da formação do reservatório da UHE e, agora, estão sob a guarda da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), disponibilizado em local adequado e sob o monitoramento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Para a recepção das peças, que são: mais de 400 barras de trilhos, três plataformas de vagões, parte de uma cegonha, entre outros itens, a Funcultural planeja criar um espaço denominado “Parque das Locomotivas”, próximo ao estacionamento do Complexo. Para isso, a equipe técnica da Fundação elaborará um Projeto Conceitual que deverá ser apresentado ao Iphan.

Para Juliana Oliveira, coordenadora de socioeconomia da UHE Jirau, a ideia é somar as ações que já vem sendo realizadas pela Prefeitura de Porto Velho em benefício da EFMM. “Para firmar essa parceria nós temos que ter autorização do Iphan e já está sendo trabalhada junto a Funcultural para a construção de um conceito para essas peças”.

REGISTROS

Também participaram da visita Raclei Lorenzetti, analista de Meio Ambiente e Veríssimo Neto, gerente de Meio Ambiente e Socioeconomia, ambos da UHE Jirau.

 

 

 

Fonte: Comunicação – Prefeitura de Porto Velho