Após forte repercussão negativa, por não ser da área e não possuir nenhuma experiência no setor, Marcos Rocha tornou sem efeito a nomeação, anulando o decreto...

PORTO VELHO – Pressionado pelas redes sociais e pela própria população em geral e com ampla repercussão negativa, o Governador Marcos Rocha-PSL, decidiu anular a nomeação da advogada Paola Ferreira da Silva Longhi Neiva, como diretora do Laboratório Central de Saúde Pública-Lacen, feita há dois dias.

Em seu lugar, o governador Marcos Rocha nomeou a biomédica, especialista em saúde pública Cicileia Correia da Silva. Os decretos foram publicados no Diário Oficial do Estado, nessa terça-feira, 23.

Paola da Silva (na foto acima, durante passeio nas ruínas do Coliseu romano) foi indicada para o cargo de diretora do Lacen pelo seu sogro, deputado Ezequiel Neiva-PTB, militar da reserva remunerada, em lugar do biotecnólogo Júlio César Ferreira da Silva, mas, segundo informações sequer chegou a ocupar a cadeira.

A nora de Neiva não possui nenhuma experiência no setor e assumiu o cargo em meio a guerra que o mundo e o Governo de Rondônia travam contra o avanço da pandemia de coronavirus.

Com informações do rondonotícias.com.br