Atuando na modalidade de trabalho remoto, o Núcleo de Análises Técnicas do Ministério Público de Rondônia (NAT/MPRO) segue emitindo pareceres em suporte à atuação das Promotorias de Justiça de todo o Estado. No período de 30 de março a 03 de abril, a unidade responsável por executar análises, contribuindo para os processos investigatórios de competência da Instituição, registrou a conclusão de 29 pareceres.

O volume, que se refere à segunda semana de atuação do órgão no modelo também conhecido como Home Office (a partir de casa), é superior ao da primeira, quando foram emitidos 28 pareceres. Esse sistema de trabalho foi instituído pela Portaria Conjunta n. 04/2020/PGJ/CGMPRO, publicada em decorrência da pandemia de coronavírus.

Segundo o balanço de atividades, no período de 30 de março a 03 de abril, foram emitidos pareceres para mais de 10 Promotorias de Justiça, nas áreas de Engenharia Florestal; Psicologia; Engenharia Civil; Biologia; Geoprocessamento; Serviço Social e Contabilidade. No período, também foram concluídos 32 Relinfs e lançadas 134 movimentações de atividades

 

 

 

Fonte: Departamento de Comunicação Integrada (DCI/MPRO)