Os magistrados e os promotores de Justiça Eleitoral, assim como os serventuários não terão direito ao vale-refeição

PORTO VELHO – Ao contrário do anunciado pelo TSE, em setembro, estabelecendo em 40 reais por mesário o valor do almoço para quem trabalhar na eleição do dia 15, e se tiver no dia 29, o Tribunal Regional Eleitoral rondoniense vai pagar só 30 reais e, se seguir a norma publicada dia 15 de setembro no Diário Oficial da União, nenhum valor será oferecido “a magistrados e promotores de Justiça Eleitoral, bem como aos servidores em efetivo exercício no Tribunal Eleitoral”, como explicou o diretor-geral do TSE, Rui Moreira de Oliveira.

Segundo a nota distribuída pela Assessoria de Comunicação do TRE, será disponibilizado o “auxílio-alimentação dos mesários nas Eleições 2020 no valor de R$30,00 de forma eletrônica”, via aplicativo Carteira BB. A nota ainda destaca: “os beneficiários já podem baixar o aplicativo e validar o seu CPF na Carteira BB, em aparelho de celular smartphone. A Carteira BB está disponível, de forma gratuita, na App Store e no Google Play”.

Outra orientação é: “no dia da eleição, os mesários receberão uma contrassenha/voucher para poder resgatar o valor referente ao auxílio-alimentação diretamente na sua Carteira digital. Após a inserção do voucher no aplicativo, o valor será disponibilizado em sua conta, podendo utilizar o recurso em pagamentos com código de barras, transferências bancárias, recarga de celular e saques nos terminais de atendimento do Banco do Brasil, sem custo de tarifas nas transações. O aplicativo disponibiliza número de cartão virtual (débito) para compras online”.

www.expressaorondonia.com.br