PORTO VELHO – A Superintendência do Estado para Resultados (EpR) atua na operação e manutenção para que rede de fibra óptica esteja sempre ativa. No serviço de segurança pública, a Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), que investe em tecnologia na compra das câmeras e equipamentos, atua em parceria com a EpR. Essas câmeras ajudam na prevenção e investigação de crimes. As câmeras são distribuídas em pontos estratégicos onde possuem maior incidência de delito e com maior circulação de pessoas. Com seus movimentos de 360º graus, estes equipamentos também captam imagens em situação de baixa luminosidade.

Técnicos da EpR e Sesdec monitoram a conectividade das câmeras na zona Leste

A Infovia do governo de Rondônia liga serviços de diversos órgãos do Poder Executivo estadual e federal. No entanto, também aproxima esses parceiros quando há alguma oscilação, interrupção ou até mesmo ampliação desses serviços ofertados, cujo eles independentemente necessitam da conexão e funcionalidade da rede Infovia. Um exemplo disso é funcionamento das câmeras de segurança que atuam no monitoramento das cidades.

Além de estarem em locais estratégicos, as câmeras também ficam próximas ao backbone da Infovia. Backbone é o nome dado aos pontos que montam um círculo onde percorre os cabos de fibra. A infraestrutura em formato de anel da Infovia de Rondônia permite a redundância dos serviços, se por acaso rompesse um cabo de fibra, as câmeras não parariam de funcionar.

Com esse modelo há um fortalecimento para as câmeras ficarem sempre conectadas, pois se a conexão falha de um lado, ela transfere dados pelo outro.

Pontos de conexão em círculo da Infovia assegura conetividade (Mapa de Porto Velho, imagens do Google Earth)

De acordo com o diretor executivo de Tecnologia da Informação e Comunicação, Hudyson Barbosa, com a conexão da Infovia, a imagens são transportadas com maior velocidade. “Estamos transportando esses dados com qualidade, economia e um corpo de profissionais que atuam no monitoramento da rede”.

O monitoramento da rede funciona para os técnicos visualizarem a trafegabilidade da Infovia antes mesmo da falha chegar ao conhecimento do órgão, assim a EpR prepara o corpo técnico para atuar na resolução do problema. Como aconteceu recente em um chamado devido falhas na conectividade das câmeras da zona Leste de Porto Velho.

O chamado foi aberto, a equipe de TI da Sesdec teve conhecimento e assim demandou para EpR. Um servidor, que compõe o setor de monitoramento da Infovia na gerência de infraestrutura da EpR, foi ao local e junto com equipe da Sesdec solucionaram o ocorrido. Hoje as câmeras estão em pleno funcionamento.

Fonte
Texto e foto: Maximus Vargas; Secom – Governo de Rondônia