Para Rondônia estão reservadas 49.400 doses da vacina coronavac e muitos políticos oportunistas correram a fazer foto perto do avião.

PORTO VELHO – O voo que trouxe doses de vacinas para Rondônia só aterrissou na Base Aérea de Porto Velho por volta das 9h30. A previsão é a de chegaria às 5 horas, mas houve atraso. Porto Velho do meio dia, já foram aplicadas as primeiras doses em pessoas que trabalham na linha de frente do combate a pandemia,

Muitas autoridades políticas e sanitárias correram ao aeroporto para presenciar o desembarque do imunizante em solo rondoniense. Até quem nunca se colocou na linha de frente do combate ao covid-19 e não deu a mínima para as péssimas condições de atendimento à população nas Upas correu para fazer foto perto do avião com as vacinas.

Puro exercício de oportunismo político. Rondônia também tem seu Dória.

As doses foram transportadas pelos Aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) e logo que forem entregues serão escoltadas pela Polícia Federal.

Os primeiros lotes imunizantes chegarão no Aeroporto Internacional Jorge Teixeira, e seguirão para a Rede de Frio. De lá, serão distribuídas para as regionais Ariquemes, Ji-Paraná, Rolim de Moura, Cacoal e Vilhena, todos os municípios que também têm Rede de Frio. Depois da rede de frio, as doses serão distribuídas para o restante dos municípios do estado.

OS PRIMEIROS A TOMAR

A vacinação começará com os profissionais de saúde, seguidos de pessoas de 80 anos ou mais. Depois desse grupo, a vacinação será realizada em pessoas de 60 anos ou mais, seguido por pessoas de 75 a 79 anos e população indígena acima de 18 anos.

Em Porto Velho, a médica Karina Singra e o enfermeiro Márcio James e o indígina Elivar Karitiana serão os primeiros a serem imunizados.

Segundo o Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação Contra à Covid-19, a vacina será aplicada em duas doses, com intervalo de 14 dias.

Para Rondônia foram reservadas 49.400 doses da vacina CoronaVac

Com informações do rondonotícias.com.br

Print Friendly, PDF & Email