A deputada Cássia Muleta (PODEMOS) participou, na terça-feira (26), de reunião da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social (CSPAS), onde ressaltou vários problemas da saúde em Rondônia e falou sobre as questões mais urgentes do setor em Jaru.

Foto: José Hilde

“Temos uma demanda muito grande na saúde de Rondônia, e porque não dizer do Brasil. Infelizmente onde eu moro e fui eleita as pessoas às vezes têm que esperar até três anos para fazer cirurgias como a de vesícula”, afirmou a parlamentar.

Cássia salientou questões como o atendimento do João Paulo II, que está precário e precisa de uma atenção maior. “É preciso trabalhar na humanização do João Paulo II e pretendo fazer isso junto a Comissão”.

A parlamentar falou também da falta de médicos especialistas no hospital de Jaru, que possui estrutura boa para suprir os anseios populares, mas não tem possibilidade de fazer exames e outras consultas importantes pela carência de corpo técnico.

“Em Jaru tem um hospital muito bonito que o prefeito fez com a população, mas não possui especialista, então faltam alguns tipos de exame e muitos outros serviços porque o município não consegue mantê-los sozinho. Portanto é minha função lutar para que o Estado atue junto na saúde do meu município e para isso conto com os colegas para ajudar naquela região”.

Além da falta de médicos, a deputada frisou a questão de pacientes que necessitam fazer hemodiálise. Ela relatou ser procurada diversas vezes por pessoas que necessitam do atendimento, mas que tem de se deslocar por muitos quilômetros para recebê-lo.

“Essas pessoas viajam de ônibus, às vezes ele quebra, o ar-condicionado para e a pessoa fica prejudicada. Vamos lutar para levar uma clínica de hemodiálise para Jaru. Fiz uma indicação para o governador. Sei que é difícil, mas precisamos dessa ajuda para melhorar a região”, afirmou Cássia.

Ela lembrou a ajuda dada pela CSPAS, na época em que era vereadora, para reabrir um hospital do município que havia sido fechado por questões judiciais. “Essa comissão, o Dr. Neidson (PMN), ajudou muito e conseguimos reabrir o hospital. Queremos agora que a comissão ajude a levar especialistas para Jaru”.