MAXIMUS VARGAS e
MONTEZUMA CRUZ

É Natal Para Sempre, o nome do sugestivo musical tem por objetivo reunir famílias de Porto Velho e visitantes, para recontar o processo clássico desse acontecimento que se repete mundialmente.
O evento programado para domingo (25) finalizará as atividades do Teatro Estadual Palácio das Artes em 2016. Mais de 30 vozes levarão emoção para o público.

Além das canções natalinas que falam de paz e esperança, pelo menos dez pessoas farão encenação para abrilhantar o musical, que também será composto com dançarinos e um coral de crianças.

O musical foi dividido em duas sessões. A sessão das 17h e a das 19 Todos os lugares foram reservados. A entrada é gratuita, e os bilhetes precisam foram retirados na Associação Wesleyana de Ação Social (Awas), Rua Paulo Leal, nº 454, no centro de Porto Velho.

“A encenação do musical se dará a partir de uma família reunida. O avô passa a contar histórias natalinas, desde a origem do mundo até o nascimento de Jesus”, fala pastor Ricardo. Segundo ele, a ideia do musical é que as pessoas e as famílias relembrem o princípio do valor do natal.

Em parceria com a Fundação Palácio das Artes de Rondônia (Funpar), a Awas viu a necessidade de mostrar para as pessoas as lembranças que o espírito natalino traz no final do ano.

Para o presidente da Funpar, Ananias Alves Filho, esse evento fecha as atividades no teatro do ano de 2016, com satisfação por ter desenvolvido e alcançado a todos os públicos no decorrer do ano.

A Funpar é ligada a Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), que no ano de 2016 contribui e apoiou nos eventos. O superintendente Rodnei Paes fala que esse evento tem suma importância, pois transmite uma mensagem importante para as pessoas que vivenciaram diversos acontecimentos trágicos em 2016 e que o a realização dessa cantata deve confortar as pessoas.

NA ESCOLA MURILO BRAGA
Ao lado dos arcos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Murilo Braga, 52 professores e alunos celebraram o Natal deste ano com encenação teatral e cantata.

Vestidos com roupas da época, professores encenaram simbolicamente o nascimento do Menino Jesus em Belém da Judeia.
“Ao longo do ano, desenvolvemos um projeto de apresentações em eventos festivos da escola, reservando especialmente a cantata de natal”, disse a diretora da escola, Josenice Nara Johnson.


Pais, alunos e autoridades da educação assistiram o espetáculo. O coral da escola canta há três anos e também foi convidado para cantar na Primeira Igreja Batista, na Avenida Presidente Dutra.