A suspeita foi levada para a Casa de Detenção onde ficará a disposição da justiça

CEREJEIRAS – De pacata cidade aonde ainda se vislumbra famílias conversando nas calçadas, Cerejeiras vem registrando casos de violência com repercussão em todo o estado. Agora a cidade está também atraindo a atenção de fugitivos, como se verificou na manhã deste sábado, 5, quando a Polícia Civil prendeu na a foragida da justiça da comarca de Porto Velho, Letícia de Souza Nunes.

Letícia é suspeita de participar na captura interrogatório, tortura, morte e decapitação do jovem Rubem Ariel Silva Souza, de 18 anos, ocorrida na madrugada do dia 23 de junho deste ano, no residencial Morar Melhor, em Poto Velho.

A jovem foi presa em um estabelecimento comercial, durante diligências realizadas para coibir o tráfico de drogas.

Ao ser constatado que contra a jovem havia um mandado de prisão em aberto pelo referido crime, os agentes a deram voz de prisão e conduziram-na a Casa de Detenção local, onde está à disposição da Justiça.

Letícia passou a ser procurada pela justiça após a deflagração da Operação “Louva-a-Deus” da Delegacia de Homicídios de Porto Velho ocorrida na sexta-feira, 4.

Fonte: Folha do Sul

Print Friendly, PDF & Email