Registro de casos de Aids caem em Rondônia em 2017

77

O número de casos de Aids em Rondônia registra queda no período entre 2016 e 2017 e apresenta uma redução de 43%, segundo dados do setor de estatísticas da Agência de Vigilância em Saúde (Agevisa). Em 2016, foram confirmados 583 casos da doença, contra 408 em 2017.

O perfil social da doença mostra que homens representam mais de 60% dos casos. O índice entre as mulheres é de pouco da de 31%.

De acordo com dados da Agevisa, no período de janeiro a novembro de 2017, 296 casos de Aids em homens e 113 em mulheres foram diagnosticados. Há uma diminuição do número de homens e mulheres diagnosticadas com Aids, em comparação com o mesmo período de 2016.

Essa redução está ligada diretamente ao aumento da prevenção, fruto de campanhas educativas realizadas pelo governo de Rondônia em parceria com o Ministério da Saúde (MS).

Em Rondônia, no período de 2016 até 29 de novembro de 2017, foram notificadas 82 gestantes infectadas com HIV. Em 2016, foram identificadas 55 gestantes, sendo 24 gestantes em Porto Velho, 10 no município de Ariquemes, sete em Vilhena, quatro casos em Cacoal e Candeias do Jamari.

Observou-se que no ano de 2017 apresentou o menor números de casos notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), do Ministério da Saúde (MS).

Enquanto nas grandes cidades de Rondônia a queda nos registros de infectados foi drástica, em Vilhena o número se manteve estável: foram 25 anos em 2016 e 24 no ano passado. Veja tabela abaixo.

Fonte: AGEVISA