O Projeto “Se a vida ensina, eu sou Aprendiz”, desenvolvido por meio de uma parceria entre o Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio do Centro de Apoio Operacional da Infância (CAOP-Infância), Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia e Ministério Público do Trabalho 14ª Região (RO/ACRE), é um dos finalistas do Prêmio CNMP 2019 na Categoria Indução de Políticas Públicas.

A lista dos projetos finalistas do Prêmio CNMP 2019 foi divulgada pela Comissão de Planejamento Estratégico do Conselho Nacional do Ministério Público na sexta-feira (12/07). O MP concorre ao primeiro lugar, em sua categoria, com projetos do Ministério Público do Acre e do Piauí. Os vencedores serão conhecidos no dia 22 de agosto, durante a solenidade de abertura do 10º Congresso Brasileiro de Gestão do Ministério Público. Nesta edição, 1.034 projetos concorreram em nove categorias e 45 foram selecionados como finalistas.

O Projeto “Se a vida ensina, eu sou aprendiz” busca desenvolver ações relacionadas à profissionalização de adolescentes autores de ato infracional, dos adolescentes em situação de acolhimento institucional, e aqueles que são vítimas do trabalho infantil e trabalho escravo, na perspectiva do que prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente, e, ações de escolarização, numa abordagem que observe o respeito à condição peculiar da pessoa em desenvolvimento e capacitação profissional adequada ao mercado do trabalho.