PRESIDENTE MÉDICI – Um decreto de estado de emergência por falta de médicos foi divulgado, no início do mês, pela Secretaria Municipal de Saúde de Presidente Médici (RO), município a pouco mais de 400 quilômetros de Porto Velho.

Presidente Médici segue sem médicos e entra em estado de alerta. — Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Conforme a pasta, o problema começou entre a saída dos profissionais cubanos e a abertura do edital para a contratação de novos médico.

O secretário de Saúde da cidade, Rubi Ferreira Costa, disse que o município contava com duas médicas cubanas anteriormente.

“Das sete equipes da saúde da família, nosso município tinha duas profissionais cubanas. Após eles deixarem o país, veio a necessidade de reposição e foi deflagrado o processo de substituição. Após isso, perdemos quatro médicos que migraram para outros municípios fora do estado”, destacou o secretário.

De acordo com a secretaria, nos primeiros quatro dias do ano, Presidente Médici ficou sem atendimente médico e precisou recorrer a outros municípios próximos.

Mas, a pasta reforçou ainda que novos médicos estão sendo contratados para normalizar os atendimentos.