PORTO VELHO – No prazo de dez dias, a contar desta sexta-feira, 114 terrenos em diferentes bairros da Capital deverão ser limpos, por determinação da Prefeitura Municipal. Além de retirarem o lixo da maioria deles, os proprietários deverão construir muros e calçadas. 

A notificação é assinada pelo subsecretário municipal de Serviços Básicos (Semusb), Wellem Antonio Prestes Campos, e pelo diretor de posturas urbanas, Rainey Viana da Mota. Na primeira convocação, em março deste ano, a Semusb intimou 422 pessoas e empresas, dando-lhes o mesmo prazo.

O apelo tem o respaldo da Lei Municipal nº 53-A, de 1972, que regulamenta o Código de Posturas.
Há terrenos nessa situação, ferindo o Código de Posturas do Município

A empresa Verde Empreendimentos Imobiliários tem 20 terrenos a limpar, todos eles situados em ligações com a Avenida Rio Madeira. Algumas empresa notificadas em março ainda não concluíram as obras solicitadas.

Fortimóveis deverá limpar e construir muro em três terrenos situados no Bairro Cidade Nova. Embralote limpará outros três no Bairro Flodoaldo Pontes Pinto. Signo Imobiliária e Construtora também fará o mesmo em terrenos no Parque Amazônia. Plano Incorporadora, nos seus terrenos no Bairro Três Marias.

Saiba mais
Em março, número de terrenos era quase quatro vezes maior