PORTO VELHO – A realidade escolar rondoniense chama a atenção do deputado estadual Ribamar Araújo (PR). Ele previu esta semana que a Escola Estadual Brasília serão tão procurada quando as escolas Santa Marcelina. Por essa razão, justificou suas emendas parlamentares em favor de escolas de Porto Velho e de Candeias do Jamari.

“A cada ano eu destino minhas emendas e confiro, in loco, a satisfação dos pais ao procurarem matricular os filhos, todos os anos, nessas unidades de ensino”, ele destacou ao participar da da solenidade de posse do primeiro grêmio escolar na Escola Brasília.

Deputado Ribamar Araújo, com alunos da Escola Brasília

Ribamar Araújo lembrou que as escolas das Irmãs Marcelinas têm o reconhecimento da população e limitam o número de vagas, devido à falta de espaço e condições de acolher mais crianças e adolescentes.

“Situação semelhante ocorrerá com a Escola Brasília, igualmente bem procurada e reconhecida pelos pais como escola de ótima qualidade”, previu.

O grêmio empossou a diretoria na noite de sexta-feira (15). Juntamente com outras autoridades, diretores, professores, alunos, mães e pais, o deputado assistiu o comprometimento feito pelo estudante do 3º ano do Ensino Médio, Mário Carvalho dos Santos, no sentido de encurtar a distância entre reivindicações e anseios dos alunos e as ações da direção escolar.

Para cumprir a missão Mário não estará só. Ele contará com mais oito colaboradores, eleitos por aclamação, para exercer o primeiro mandato de dois anos: KrycihaKetlen de Freitas (9º ano do EF), secretária geral; Graciel de Souza (3º ano EM), coordenador financeiro; Carina Souza Araújo (1º ano EM), coordenador social; Larissa Feitosa Nascimento (1º ano EM); Gustavo Souza Tonaco (1º ano EM), coordenador de esporte; Ana Clara Brito de Araújo Lima (1º ano), coordenadora de cultura; Giovana Barbosa (2º anão EM), coordenadora de saúde e meio ambiente; e Gabriel Rolim (1º ano EM), coordenador de Ciências e Tecnologia completam a diretoria do grêmio estudantil.

Na sua fala, Mário mostrou disposição e espírito de luta em dar continuidade ao trabalho realizado pela direção da Escola Brasília. “Apesar de novinha em folha, ela ainda precisa de vários equipamentos e conclusão de obras que estão em andamento ou por serem realizadas”, lembrou.

O deputado Ribamar tem ajudado muito esse estabelecimento, seja participando das atividades gerais ou destinando emendas individuais para proporcionar melhorias aos alunos e professores.

Ele demonstrou satisfação com o zelo da diretora Clarina Carneiro de Moraes, da vice Isis Cúbia Mendes Leandro, e da professora Vanda Maria Borges. “Vejo que essa escola está se tornando referência em Rondônia”, elogiou.