PORTO VELHO – Com o nível da água muito abaixo do normal, apenas 2,8 metros de profundidade, o rio Madeira, nessa época do ano, tem se tornado um rio de difícil navegação. Além do transporte de grãos e outras cargas pesadas, a distribuição de combustível tem sido afetada, fazendo com que alguns postos de Porto Velho e do Acre fiquem temporariamente desassistidos.

Dificuldade na navegação, por conta da baixa do nível do rio Madeira, afeta a distruição de combustível em Porto Velho.

Contudo, apesar da dificuldade em transportar o combustível de Manaus/AM até a capital rondoniense, não deve faltar combustível em Porto Velho. “Haverá apenas alternância de fornecimento entre um posto e outro”, afirma o secretário geral do Sindipetro/RO, Eduardo Valente.

Segundo ele, se faltar gasolina em posto de uma bandeira, basta o consumidor procurar outro posto, de bandeira diferente. “Por exemplo, se não tiver combustível no posto de uma empresa petrolífera, basta procurar o representante de outra empresa”, explica.

Para que não falte gasolina em nenhum posto, independente da bandeira, o Sindpetro/RO entrou com pedido de liminar na Justiça requerendo a quebra de fidelidade de bandeira. “O objetivo é que os donos de postos consigam manter-se abastecidos independentemente da empresa que representa, ou seja, que possa comprar de quem tem combustível para vender”, salientou.

A escassez de combustível teve início nesse último final de semana e deve permanecer até meados de outubro, quando a navegação deve ser normalizada no rio Madeira. “Mas também não deve influenciar nos preços”, garantiu Eduardo valente.

Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, Marcelo Santos, o nível do rio está bem abaixo do normal para a época. “O normal seria entre 4 e 5 metros”, informou, acrescentando que os desbarrancamentos e mudanças de leito do rio têm forte influência no surgimento de bancos de areia no meio do rio.

Para evitar acidentes com embarcações, a Marinha do Brasil, segundo Marcelo Santos, já proibiu a navegação noturna, com exceção para embarcações que transportam passageiros.