PORTO VELHO – Para melhorar os indicadores da educação em Rondônia, e estimular o desenvolvimento do estado, o Movimento Rondônia Pela Educação avança em parcerias e adesões. Lançado em 2016, o projeto busca desenvolver ações alinhadas com as diretrizes e estratégias do Plano Nacional da Educação – PNE, Plano Estadual de Educação, e Movimento Todos Pela Educação.

Para o coordenador executivo do movimento, Edgar Teixeira, “estudos indicam que há uma correlação muito estreita, entre crescimento econômico e educação. E a nossa ideia é reunir todos os parceiros para que possamos melhorar esses indicadores”. Atualmente, mais de 100 parceiros, entre empresas e organizações públicas e privadas integram o Movimento Rondônia pela Educação.

Edgar Teixeira foi recebido pela vice-diretora de Ensino, Informação e Comunicação da Fiocruz Rondônia, doutora Deusilene Vieira, para uma apresentação do movimento e, durante o encontro, foi firmado o compromisso da Fiocruz com o projeto, uma vez que a instituição também está alinhada com o desenvolvimento do estado e da Amazônia, através dos programas de formação de recursos humanos qualificados, em diferentes linhas de pesquisa.

“Além de contribuir para a ampliação do conhecimento dos alunos de iniciação científica, temos colaborado, para a formação de mais de 100 mestres e aproximadamente 30 doutores, em parceria com outras instituições”, reforça Deusilene.

A adesão da Fiocruz ao Movimento Rondônia pela Educação ocorre num momento muito importante, em que é discutida a ampliação de algumas ações adotadas pela instituição visando a popularização da ciência. Edgar Teixeira esclarece que “o projeto tem total interesse em potencializar o trabalho que já vem sendo desenvolvido pela Fiocruz, em Rondônia”.

Na próxima terça-feira, 12 de fevereiro, representantes que integram o Conselho de Governança do movimento vão se reunir, em Porto Velho, para discutir os resultados alcançados, até agora, e traçar novas ações. A Fiocruz Rondônia estará presente na reunião.