PRESIDENTE MÉDICI – Leonardo da Silva Brito, jovem que estudou a vida toda em escola pública, acaba de ser aceito em Harvard e outras três universidades norte-americanas. Sim, das 11 em que ele se inscreveu, Leonardo da Silva Brito, de 17 anos, foi aceito em 4: nada menos que Harvard, Columbia, Tufts e Stanford. Leonardo revela que no ano passado, quando cursava o 3º ano do Ensino Médio pela manhã, ele dedicava a tarde e parte da noite para os estudos em casa.

‘Eu aproveitava o máximo de tempo em sala de aula. Em casa, estudava das 13h às 21h revisando conteúdo e explorando coisas novas. Sempre gostei de desafios. Minha rotina durante a semana era bastante puxada, que não era ruim. Nunca encarei o estudo como obrigação, mas sim como prazer”, contou.

Leonardo da Silva Brito, jovem rondoniense ainda escolherá o curso a fazer

Os fins de semana o rapaz dedicava aos amigos, videogame, futebol e séries. “Sempre gostei de assistir séries americanas para aprimorar o meu inglês”.

Leonardo tem interesses em Matemática Aplicada, Ciências Políticas e Economia, mas ainda não sabe qual curso vai escolher. “Não tenho certeza do quero fazer. Como nos dois primeiros anos em Harvard não preciso escolher um curso específico, pretendo usar o sistema a meu favor. Quero explorar ao máximo todas as áreas e só depois escolher o curso”, disse o jovem ao O Globo.

Pai policial, mãe professora

Leonardo é filho da professora de Matemática Andreia Silva Brito e do policial militar Luiz da Rocha Brito. Nasceu em Presidente Médici, cidade a 400 quilômetros de Porto Velho.

Ele estudou na Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade desde o Ensino Fundamental. Em 2015, aos 15 anos, foi para a Universidade de Oxford para um curso de Relações Internacionais. Na mesma época conquistou o primeiro lugar em um concurso de redação e foi indicado para representar o Brasil na Suécia no 44º Concurso Internacional de Redação de Cartas da União Postal Universal (UPU).