Esta semana as escolas da rede estadual de ensino receberam reforço na vigilância com o patrulhamento ostensivo feito pela equipe de policiais do 5º Batalhão da Policia Militar (BPM), sob o comando do Major Glauber Souto, zona leste da Capital.

O trabalho conjunto tem como prioridade garantir maior segurança à comunidade escolar

O patrulhamento é fei to na área externa e atende a comunidade escolar no período da manhã, tarde e noite. Escolas estaduais como Flora Calheiros, Ulisses Guimaraes, Carmosina, Risoleta Neves, São Luiz e 04 de Janeiro foram pontos de atenção militar.

Os secretários de Estado, Suamy Vivecananda Lacerda (Educação), e o adjunto da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Hélio Gomes, estão empenhados em reforçar a segurança da comunidade escolar e, para isso, contam com o apoio de instituições como a Policia Militar e a Policia Civil. Um documento foi encaminhado para a Assembleia Legislativa dando ciência sobre as providência tomadas para coibir a violência no âmbito escolar.

O trabalho conjunto tem como prioridade garantir maior segurança à comunidade escolar, e não somente a preservação do patrimônio público, no caso garantir segurança e integridade de toda a comunidade escolar, alunos, pais, gestores, professores e, inclusive, moradores no entorno das escolas.

PROVIDÊNCIAS

Após tratativas entre as entidades ficou acordado que serão alterados os regimentos escolares no que se refere às sanções disciplinares aos discentes; fortalecimento do programa da Justiça Restaurativa; fazer um levantamento estatístico sobre os estudantes em vulnerabilidade; pesquisar os pontos de maior incidência da violência nas escolas; reeditar a cartilha com os procedimentos e providências que o gestor escolar deverá tomar diante de casos de violência e de vulnerabilidade dos estudantes; incluir no orçamento aquisição de automóveis para intensificar o trabalho do Projeto Patrulha Escolar, salientando que o veículo possua especificação técnica que atenda as necessidades do trabalho da polícia

Foi encaminhamento documentos às Coordenadorias Regionais de Educação (CRE) oficializando a permissão da entrada de policiais e/ou delegados de polícia nas escolas para palestras e momentos cívicos; implantação do momento cívico nas escolas; estabelecer parcerias com a Ordem dos Advogados Brasil (OAB) Seccional de Rondônia e outras entidades que possam promover a conscientização do papel do cidadão no ambiente escolar.

PLANEJAMENTO MACRO

Visitara à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais

Os secretários visitaram à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais, e foram recebidos pelos delegados Gardênia Felício Cruz e Hudson Fabiano Costa, que foram incluídos no processo de construção de um plano macro, que inclui a parte didática e pedagógica a serem envolvidas na proteção da comunidade escolar.

Segundo o secretário da Seduc, Suamy Vivecananda, essas medidas estão sendo tomadas diante do triste momento apresentado em todo território nacional, que evoca providências urgentes por parte de todas as esferas do poder público, incorporando não apenas a ideia de maus-tratos, uso de força ou intimidação, mas também as dimensões socioculturais e simbólicas do fenômeno. “Precisamos repensar a questão da segurança em nossas escolas tendo em vista estarmos sofrendo as consequências de uma leitura errônea sobre liberdade, e que a cada dia os casos de violência gratuita praticada pelos jovens se tornam mais comuns, dessa forma entendemos que é necessário o resgate da consciência cidadã, da promoção da paz e da segurança no meio da comunidade estudantil”, refletiu Suamy.