De acordo com o relatório apresentado pela central de atendimento do setor de infraestrutura da Superintendência do Estado para Resultado (EpR) em apenas três meses atenderam mais de 2 mil chamados. O número vem diminuindo a cada mês .

Servidores do Service Desk da EpR auxiliam em outras secretarias

Para o superintendente da EpR, Coronel Delner Freire, quanto menor esse número, melhor é a execução do serviço. “Isso significa que a equipe está bem preparada para atender os servidores e cidadãos e, com isso, tem desempenhado eficiência nos chamados atendidos”, pondera Delner.

A EpR atende servidores de várias secretarias e cidadãos de todo o estado através da Central de Atendimento. Nela são atendidos quase todos os serviços voltado à tecnologia. Ligada ao setor de infraestrutura, o qual também está incluso os serviços de operação, data center e service desk foi assim que chegaram há esses número.

Os atendimentos funcionam da seguinte forma: o servidor ou cidadão realiza o chamado por uma das sete ferramentas disponíveis, chegando na central, Helenice Hartmann, Isabella Carvalho, Leonardo Santos e Sara Grécia, resolvem algumas solicitações ou direcionam para outros setores da infraestrutura. Os pedidos podem vir das TIs de outras secretarias quando não forem solucionados pelos técnicos dos próprios órgãos.

“Um serviço que pode ter atendimento direto da população ou público externo com a central é a rede wi-fi que o governo oferece no CPA, nas escolas e em alguns locais públicos. Já com liberação de sites, atualização de cadastro e lentidão na rede, os técnicos da EpR auxiliam os servidores das secretarias de acordo com a carta de serviços”, fala Isabella Carvalho, servidora que trabalha na central.

Os chamados podem ser feito pelas seguintes ferramentas:

  • CSTI,
  • Voip (4000)
  • Telefone fixo (3216 1028 ou 3212 9500)
  • Celular e WhatsApp (69 08446 0144)
  • E-mail: gis@deti.ro.gov.br
  • Serviço Eletrônico de Informações (SEI)
  • Atendimento presencial, 6º andar do Rio Cautário, do Complexo Político Administrativo Palácio Rio Madeira (CPA), onde fica a Superintendência do Estado para Resultados (EpR).

Na manhã da última segunda-feira (22), a central contava com quase 100 atendimentos. Os pedidos mais solicitados, conforme relatório, são: mover conta de usuário, instalação de equipamentos, recuperação de arquivos, ativação de ponto de rede e outros 154 serviços que fazem parte da carta de serviço do setor de infraestrutura.

Lucas da Silva Lima, servidor que solicitou um determinado serviço à EpR, trabalhou na Secretaria de Estado de Finanças (Sefin) por mais de 1 ano e foi transferido para a gerência de tecnologia da Superintendência de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), teve seu serviço foi resolvido em menos de 5 minutos pela central.

Um dos principais objetivos da central é facilitar a tramitação de demandas externas por servidores e até mesmo cidadãos no uso de ferramentas de tecnologia que são oferecidos pelo Governo.