PORTO ALEGRE – No final de julho, entre os dias 24 e 27 de julho, Porto Alegre sediou o IX Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos Cemiteriais (ABEC). Três professores do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unesc, Jamille Barbosa, Andressa Zampoli e Rodrigo Selhorst, participaram do evento, que teve como tema “Cemitérios: gestão, culturas e religiosidades”.

O Encontro teve como objetivo estimular a discussão e a divulgação de estudos sobre os espaços cemiteriais e em especial, promover reflexões sobre a gestão, as culturas e as políticas presentes nessa temática.

Na oportunidade, os docentes da Unesc apresentaram o trabalho intitulado “A última Casa: Matérias e Técnicas Construtivas no cemitério Santo Antônio em Cacoal/RO”.

O objetivo do trabalho, segundo a professora Jamile Coelho, “foi inventariar os materiais de acabamentos e revestimentos e as técnicas construtivas utilizadas nos túmulos do cemitério público Santo Antônio, de modo a relacioná-los com os parâmetros espaciais e construtivos da cidade de Cacoal”. O trabalho teve uma atenção especial às definições relativas ao espaço urbano e as edificações, configurando assim duas escalas de análise.

Conforme explicou a professora Andressa Zampoli “foram extraídas relações entre a unidade tumular e a cidade, o que caracterizaram as técnicas e parâmetros construtivos comuns à criação da cidade de Cacoal e ao Cemitério Santo Antônio, e que constituem sua herança cultural, seu patrimônio”.

A pesquisa desenvolvida pelos professores da Unesc encontra-se em desenvolvimento. “Até aqui, foram inventariados 400 dos 4000 túmulos até então identificados por meio de um sobrevoo feito por um drone, veículo aéreo não tripulado”, destaca Rodrigo Selhorst.

Todos os professores são membros da Associação Brasileira de Estudos Cemiteriais. Jamille Coelho faz parte também da diretoria da Associação.