Coluna Social – Ponto E

Dia do Maçom

– O Dia do Maçom no Brasil é comemorado no dia 20 de agosto. A data foi escolhida para celebrar o importante papel que a maçonaria teve para um dos momentos históricos mais emblemáticos do país: a Independência do Brasil. Um dos irmãos que mais se destacam no Estado é o professor universitário Nelson Rangel Soares Filho, entre os fundadores da loja maçônica O Samaritano, em Cacoal, na qual este algumas vezes esteve como venerável mestre. Em seu nome gostaríamos de cumprimentar todos os maçons do Estado pelos brilhantes projetos sociais que desenvolvem em prol da população. Nossas reverências!!

Logan e Sandero

– A equipe da Mazzutti Renault, sob a batuta do gerente da concessionária, Jonata dos Santos; à esq.; esteve a postos no último sábado recebendo os clientes com um belo café da manhã. O objetivo foi comemorar o lançamento da nova linha Logan e Sandero, entre os modelos mais cobiçados da Renault. Para tirar a prova, faça o best-drive. Um show de tecnologia e conforto. Sucesso!

Em foco

– Na gravação do programa Ponto E do próximo final de semana, na Mazzutti VW, entrevistamos o advogado Luciano Rodrigues, docente do curso de Direito da Unesc, focando a Escola Modelo, à disposição da população que não tem como pagar um advogado. Participou também a professora Gilmara Escoriça, representando o Cernic, falando sobre a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla e Semana Municipal de Prevenção das Deficiências. Os convidados foram recebidos pela gerente da concessionária, Maria José Barbosa; à esq. Foram presenteados pela HK Club (Hoken) e pela Conveniência Soberano. Em foco, a coleção Verão da Heringstore. A Heringstore reabre na próxima sexta, totalmente repaginada em sua arquitetura, coordenada pela arquiteta Bruna Mazzutti. O programa vai ao ar no próximo sábado ao meio dia; TV Suruí, canal 15; e em vários horários pelas redes sociais. Fique ligado!

Na Ponto E – de Rolim

– Quem já confirmou participação nas próximas edições da revista Ponto E é o fonoaudiólogo Márcio Mariano, à frente da Centermed; Rolim de Moura e Ji-Paraná. Na edição de setembro estará abordando o seguinte tema: O que é BERA? É um exame de audição. A publicação está prevista para o dia 30 de setembro. Veja todas as edições dos últimos 11 anos no site revistapontoe.com.br.

Um brinde

– O brinde vai para a professora Sandra Carrijo Marques, na direção geral da Facimed e também do Instituto Educacional Soma – IES. Comemora aniversário esta semana; 22 de agosto. Parabéns!! O carinho especial vem do esposo, o empresário Marcos Marques. Casal 20!!

Festa em Rima

– Amante da aviação, o empresário Gilberto Scheffer, proprietário da Rima, festejou aniversário nesta terça-feira, 20. Parabéns!! Recebe todos os aplausos pela grande colaboração que a Rima proporciona ao nosso Estado. Aplausos!!

Parabéns!!!

– Os parabéns vão para Rosani Lenzi, entre os grandes profissionais que a Facimed tem na composição de sua forte equipe. Comemorou aniversário nesta terça-feira, 20 de agosto. Felicidades!!

MP em festa

– Os cumprimentos vão para a promotora de Justiça Valéria Canestrini. Semana festiva pela passagem do seu aniversário, 20 de agosto. Felicidades!

Comemoração

– Ainda em clima de festa pela passagem dos 18 anos da farmácia Pró-Fórmula Supreme, a equipe vai somando outros motivos para brindar. Nesta sexta-feira quem festeja mais um ano de vida é a farmacêutica Mirelli Freitas Oliveira; à esq.; em flash com suas parceiras de trabalho, as farmacêuticas Daniela Zuntini e Cláudia Calera. Parabéns!!

De Porto Velho

– Entre os colunistas sociais mais respeitados do Estado, inclusive por conduzir com toda maestria, ano a ano, o concurso oficial Miss Rondônia, Berta Zuleika recebe esta semana o carinho especial da família, amigos e muitos fãs espalhados pelo Estado. Estará comemorando seu aniversário neste sábado, 24 de agosto. Vida longa com muita saúde!! Felicidades e mais sucesso!

Acadêmicos de Direito elaboram Nova Constituição durante aula do Projeto Integrador

– Nesta semana, após um desastre dizimar praticamente todos os seres humanos do planeta (restaram apenas 22 em todo o mundo), os acadêmicos de Direito do 2º período vespertino da Unesc tiveram uma difícil missão: elaborar uma nova Constituição, com os princípios e as regras estabelecidos pelo novo Poder Constituinte. Brincadeiras à parte, e toda a humanidade a salvo, a atividade conjunta das disciplinas Teoria da Constituição e Direitos Fundamentais e Sociologia e Antropologia Jurídica fez os acadêmicos quebrarem a cabeça na elaboração de uma nova constituição. Na atividade hipotética do Projeto Integrador, cada acadêmico escolheu um sobrevivente para representar seu direito na reconstrução do mundo. Foram esses sobreviventes os responsáveis por exercer o Poder Constituinte Originário e estabelecer todas as regras jurídicas que integraram a Nova Constituição, que guiará toda a nova sociedade. Desde os princípios fundamentais do Novo Estado, os acadêmicos precisaram definir e estruturar todas as etapas da Constituição. Foi obrigatório aos alunos de Direito da Unesc, por exemplo, garantir todos os direitos defendidos pelos sobreviventes em uma nova Carta Magna. A atividade, chamada de “Dia Zero”, foi uma iniciativa conjunta dos professores Melina Macedo Bemfica e Alexandre Cury  “O objetivo deste exercício foi integrar as matérias. Então a gente pegou o aporte teórico de cada disciplina, que foi apresentada aos alunos, e trouxe isso no formato de um exercício, onde eles tem que desempenhar a função de construir a Nova Constituição, com base em todo o conhecimento já adquirido”, explicou o professor Alexandre Cury. Para a acadêmica Maria Isabel de Souza, o Projeto Integrador e as Metodologias Ativas, adotadas pela Unesc, tem sido um diferencial na aprendizagem. “Eu acho importante este tipo de projeto, que integra tanto os alunos, quanto as disciplinas que estão sendo ministradas. Hoje estamos aqui colocando em prática muito da teoria ensinada em sala de aula. São projetos como este que fortalecem a qualidade do ensino superior”.“Sobre o exercício, Maria Isabel foi enfática: “Elaborar uma constituição parece abstrato quando a gente fala de um documento que irá reger toda uma sociedade, sendo produzida por alunos do 2º período. Mas quando temos os objetivos e embasamento teórico, quando sabemos o que a Constituição representa para uma sociedade e o que ela pretende proteger e garantir, estamos prontos para replicar todo o conhecimento que adquirimos”. A proposta da Unesc, com a implantação das Metodologias Ativas em todos os cursos, é fazer com que os alunos se tornem os personagens principais e os maiores responsáveis pelo processo de aprendizado. Ou seja, colocando a “mão na massa” os alunos aplicam na prática a teoria aprendida em sala de aula.

(Giliane Perin – Assessoria de Imprensa/Unesc)